O nadador português João Vital terminou hoje no oitavo e último lugar na final da prova dos 400 metros estilos dos Mundiais de piscina curta, que decorrem em Hangzhou, na China, e foi vencida pelo japonês Daiya Seto.

João Vital terminou a prova em 4.07,69 minutos, registo pior do que obteve nas eliminatórias, de 4.06,93 minutos, que lhe permitiu superar por larga margem o máximo pessoal (4.09,19) e ficar muito perto do recorde nacional, de Diogo Carvalho, cifrado em 4.06,83.

“De manhã deixei tudo na piscina. Os 400 estilos são uma prova de muita dificuldade de recuperação o acabei por me ressentir para a prova na final. Este resultado motiva-me para continuar a trabalhar e a sonhar com objetivos mais altos, que passam pela presença numa final em Mundial de piscina longa, em junho”, revelou o nadador.

João Vital ficou muito longe de Seto, o único atleta que conseguiu baixar dos quatro minutos, com o tempo de 3.56,43, o que lhe permitiu conquistar a medalha de ouro, à frente do Australiano Thomas Fraser-Holmes (4.02,74) e do húngaro Peter Bernek (4.04,71), segundo e terceiro classificados.

“Estou muito satisfeito com a minha participação no Mundial. Acabei por bater o recorde pessoal por 2,2 segundos e fiquei perto do recorde nacional. O meu objetivo era ir à final e consegui. Esta é a minha terceira final em grandes competições internacionais, depois dos juniores e do Europeu”, disse João Vital.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.