Quatro recordes absolutos foram hoje batidos no Nacional de piscina curta, com destaque para Miguel Duarte Nascimento, que melhorou pela segunda vez uma melhor marca na piscina do Clube Fluvial Portuense.

Depois de na véspera ter batido o recorde dos 800 metros livres, o nadador do Benfica estabeleceu a melhor marca nos 400 metros, ao nadar a distância em 3.42,91 minutos, retirando quase três segundos ao anterior recorde, que datava de 2009.

Raquel Gomes Pereira, do Algés, bateu o recorde nacional absoluto dos 200 metros bruços ao nadar a distância em 2.23,46 minutos, enquanto Diana Durães (Benfica) melhorou a melhor marca dos 200 metros estilos, com 02.12,24.

Rita Frischknecht, que na véspera tinha estabelecido um novo máximo nos 200 metros costas, Madalena Azevedo, Francisco Azevedo e Raquel Gomes Pereira bateram o recorde dos 4x200 metros, com 8.09,45.

Na competição destinada à natação adaptada, Gino Caetano (Galitos) bateu o recorde nacional dos 50 livres (S10) com a marca de 26,02 segundos, melhorando o seu anterior registo, de 26,34 segundos, obtido na Mealhada em 2017, depois de no sábado ter batido o recorde nacional dos 100 livres (S10) com 55.89.

Na jornada de hoje, Tiago Neves (Belenenses) bateu também o recorde nacional dos 100 mariposa (S15), com a marca de 58,92, melhorando o registo de 1.01,57 que lhe pertencia desde 2015 em Vila Real de Santo António, tendo também no sábado batido três novos recordes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.