A morte do jovem jogador francês de râguebi Louis Fajfrowski, ocorrida em agosto após uma placagem durante um jogo particular, foi acidental, segundo o resultado da autópsia, hoje divulgado.

De acordo com o procurador do Ministério Público de Aurillac, “a morte foi acidental e não provocada pela placagem”, pelo que não pode ser imputada culpa a terceiros.

Segundo a mesma fonte, o jogador sofreu “um traumatismo torácico na região precordial, responsável por uma comoção cardíaca fatal num coração com patologia”

Louis Fajfrowski, de 21 anos, era jogador do Stade Aurillac, da segunda divisão francesa e morreu em 10 de agosto, durante uma partida amigável de râguebi, pouco depois de ter sofrido uma placagem.

O jogador ainda foi assistido em campo, do qual saiu pelo próprio pé, mas acabou por morrer no balneário, depois de ter sofrido várias perdas de consciência.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.