O segundo dia da primeira etapa da Liga MEO Surf, que decorre na Praia Ribeira d'Ilhas, na Ericeira, está 'on'. A prova avança para a segunda ronda, onde já há grandes heats em perspetiva. É o caso do heat 4 feminino, onde vão estar frente a frente Gabriela Dinis, Carolina Santos, Teresa Bonvalot e Beatriz Carvalho, com duas vagas em disputa para a próxima fase. Do lado masculino o heat mais prometedor vai opor Vasco Ribeiro a João Kopke, Miguel Matos e José Champalimaud.

Acompanhe a prova em direto

Face á proibição de público, o Allianz Ericeira Pro contará com transmissão televisiva em direto na Sport TV, bem como no facebook do MEO, na posição 810 da grelha de canais MEO  em ligameosurf.pt.

Além da competição de surf, e como aconteceu em anos anteriores, a Liga MEO Surf continuará a dar atenção à questão da sustentabilidade ambiental, com o retomar das limpezas de praia assim que existam condições para tal. O processo foi iniciado em 2018 e, deste então, já se retiraram mais de 2 toneladas de resíduos das praias de Portugal, envolvendo mais de 2.500 participantes.

A Liga MEO Surf é a primeira divisão da modalidade, sendo o Surf um desporto individual ao ar livre sem contacto físico e considerada de baixo risco pela DGS, pelo reúne todos os requisitos que permitam o seu regresso no plano competitivo.

O que aconteceu no primeiro dia

O primeiro dia de proação do Allianz Ericeira Pro ficou marcado por boas performances por parte de alguns dos candidatos, com Vasco Ribeiro e Kika Veselko em especial destaque. Mas também houve lugar a eliminações surpreendentes logo na ronda inaugural, causadas, sobretudo, por jovens estrelas em ascensão no surf nacional.

Liga MEO Surf: Vasco Ribeiro entra a todo o gás em Ribeira d’Ilhas
Liga MEO Surf: Vasco Ribeiro entra a todo o gás em Ribeira d’Ilhas
Ver artigo

A prova iniciou-se bem cedo, pelas 8 horas desta sexta-feira, com a realização dos trials masculinos, prosseguindo com a ronda inaugural também masculina, em condições que proporcionaram alguns bons scores. E as surpresas começaram a surgir desde muito cedo. No heat 1 Nicolau von Rupp, que vinha dos trials, acabou por ficar pelo caminho, batido por Filipe Jervis e pelo jovem local Martim Carrasco. No heat seguinte foi a vez do top seed João Moreira ser eliminado, numa bateria em que foi superado por Joaquim Chaves e Francisco Mittermayer.

Moreira foi um dos dois top seeds a ficarem pelo caminho logo de primeira, com a outra surpresa a ser a derrota de Henrique Pyrrait, surfista local de Ribeira d’Ilhas, que no ano passado tinha chegado às meias-finais desta mesma etapa. Pyrrait foi surpreendido num heat vencido por Daniel Nóbrega e onde o jovem Rodrigo Lebre fez segundo lugar, dando sequência ao bom momento trazido dos trials. Outro dos principais nomes a ficar pelo caminho nesta fase inaugural foi o açoriano Jácome Correia.

Além de Lebre e Mittermayer, houve mais membros da nova geração do surf nacional a darem nas vistas. Rodrigo Chaves conseguiu igualmente superar os trials e carimbar passagem para a ronda 2, depois de ter sido segundo no mesmo heat do top 3 nacional Afonso Antunes. Por fim, destaque para Francisco Ordonhas, que venceu o heat 4, onde o bicampeão nacional Miguel Blanco não marcou presença devido a lesão, dando lugar ao “suplente” Martim Brandão.

No entanto, a melhor performance deste dia inaugural em Ribeira d’Ilhas pertenceu ao surfista que chegou a esta etapa com a licra amarela de líder vestida, em virtude da ausência de Frederico Morais, que está a competir no circuito mundial da WSL. Vasco Ribeiro utilizou a experiência que quatro títulos nacionais lhe dão e alcançou um triunfo sólido, com 15 pontos somados num máximo de 20, no heat 8. Outro dos destaques na prova masculina foi Luís Perloiro, que venceu a última bateria da ronda com 13 pontos totais.

Já na prova feminina não houve lugar para tantas surpresas, com todas as top seeds a seguirem em frente e apenas duas delas, entre oito, a não conseguirem vencer as respetivas baterias. O melhor score feminino deste dia inaugural pertenceu a Kika Veselko, que venceu o heat 2 com 14,5 pontos. Contudo, a wildcard local e antiga campeã nacional Carina Duarte também esteve em elevado nível, conseguindo a melhor onda do dia, com 8,5 pontos num máximo de 10. Uma exibição que lhe permitiu vencer a campeã nacional em título Teresa Bonvalot, que também seguiu em frente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.