Richard Gasquet saiu derrotado da final do Estoril Open mas não deixou de elogiar o seu adversário, Juan Martin Del Potro.  O argentino não deu hipóteses ao francês de vingar a derrota de 2007, e em dois sets conquistou o torneio pelo segundo ano consecutivo.

 «O Del Potro joga muito bem, não tem pontos fracos. Joga de forma incrível. Tem uma grande mão direita e outra grande mão esquerda. Serve muito bem. Tem uma enorme potência. Ontem é verdade que tive um jogo duro com o Ramos mas acho que o Juan Martin jogou muito bem e mereceu vencer», afirmou Richard Gasquet em conferência de imprensa.

O tenista francês tem números interessantes no seu currículo uma vez que tem mais finais perdidas do que troféus. Com seis finais conquistadas na sua carreira e nove finais perdidas, Gasquet explica com facilidade, e algum humor, a razão porque falhou.

«Há cinco anos atrás, joguei com o Djokovic, desta vez com o Del Potro. Duas finais joguei com o Federer, por isso acho que é fácil de explicar», afirmou bem-disposto Richard Gasquet.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.