A anfitriã Grã-Bretanha e a Austrália foram hoje as duas primeiras seleções qualificadas para as meias-finais da Billie Jean Cup, competição de ténis feminino por nações, que está a decorrer em Glasgow.

As duas vagas ainda em aberto vão jogar-se sexta-feira, entre Canadá e Suíça e Estados Unidos e República Checa, que se enfrentam em jogos que vão decidir as classificações finais dos grupos A e D.

Depois de um sucesso inaugural sobre a Eslováquia, por 2-1, as australianas mostraram-se muito motivadas e hoje não deram hipótese á Bélgica, a quem ganharam por 3-0, garantindo o triunfo no grupo B e o apuramento.

Muito emotivo foi o desfecho do grupo C, com a Grã-Bretanha a derrotar a Espanha por 3-0 e assim conseguir, num empate a três com as adversárias de hoje e as cazaques, ter vantagem na diferença entre 'sets' ganhados e perdidos.

A australiana Storm Sanders, apenas 237.ª do 'ranking', foi surpresa pela forma como dominou a experiente Alison van Uytvanck (54.ª), com um duplo 6-2.

Ajla Tomljanovic (33.ª) deu o segundo e decisivo ponto às australianas, perante Elise Martens (29.ª), que abandonou quando estava a perder por 3-0 no terceiro set, após 4-6 e 6-4.

A Espanha parecia bem encaminhada, depois de ter superado o Cazaquistão, mas hoje, mesmo com Paula Badosa na equipa, 12.ª WTA, caiu 'com estrondo' ante as britânicas.

Badosa perdeu com Harriet Dart, por 6-3 e 6-4, quando já se registava a derrota de Nuria Parrizas frente a Heather Watson, por 'pesados' 6-0 e 6-2.

No decisivo jogo de pares, porque quem o ganhasse, ganhava o grupo, as britânicas Alissia Barnett e Olivia Nichols derrotaram Aliana Bolsova e Rebeka Masarova, por 7-6 (7-5) e 6-3.

Uma sessão 'para esquecer' por parte da Espanha, a quem bastava um ponto apenas para prosseguir, enquanto as adversárias precisavam do 'pleno', que conseguiram.

Nas meias-finais, as britânicas jogarão contra as australianas.

No grupo A, o Canadá derrotou com facilidade a Itália, por 3-0, resultado que afasta desde já as transalpinas.

O embate decisivo vai ser o Canadá-Suíça.

A Polónia, sem Iga Swiatek, a atual 'número um' do ténis, voltou a perder e ficou fora do torneio. Após a derrota frente às norte-americanas, foram hoje vencidas pelas checas, por 2-1.

O grupo D será decidido entre checas e norte-americanas, que chegam ao último jogo com uma vitória, por 2-1 nos dois casos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.