A tenista bielorrussa Victoria Azarenka derrotou a norte-americana Serena Williams, seis vezes campeã do Open dos Estados Unidos, e vai defrontar a japonesa Naomi Osaka, também vencedora em 2018, na final do segundo ‘major’ da época, em Flushing Meadows.

Victoria Azarenka, vice-campeã em Nova Iorque, em 2012 e 2013, nem entrou bem na meia-final disputada no Arthur Ashe Stadium com Serena Williams, detentora de 23 títulos do Grand Slam, mas conseguiu dar a volta e impor-se em três ‘sets’, pelos parciais de 1-6, 6-3 e 6-3, em uma hora e 53 minutos.

“Estou tão grata por ter sido capaz de jogar com uma campeã tão grande nas meias-finais. No caminho para a final, tens de ultrapassar as melhores e hoje foi definitivamente esse dia”, afirmou a bielorrussa, de 31 anos, após sentenciar a sua 11.ª vitória consecutiva, graças ao triunfo em Cincinnati.

Sete anos depois da presença na sua última final de um torneio do ‘Grand Slam’, precisamente em Nova Iorque, Victoria Azarenka, que ganhou o Open da Austrália em 2012 e 2013, vai agora defrontar Naomi Osaka, de 22 anos.

A japonesa, número nove do ‘ranking’ WTA, bateu na meia-final a também norte-americana Jennifer Brady (41.ª WTA) em três partidas, pelos parciais de 7-6 (7-1), 3-6 e 6-3, em duas horas e oito minutos, para assegurar o regresso ao encontro do título.

“Adoro estes ‘courts’. Não há público, mas sinto-me muito bem neles. Não sei bem o que fez a diferença. Estávamos ambas a servir muito bem e, no terceiro ‘set’, tentei ajustar um pouco a minha resposta. Tive ‘flashbacks’ da final da Austrália diante da [Petra] Kvitova e essa experiência talvez me tenha ajudado”, reconheceu a nipónica, vencedora do Open da Austrália em 2019 e ex-número um mundial.

Ainda antes das meias-finais femininas, o brasileiro Bruno Soares e o croata Mate Pavic ergueram o troféu da competição de pares masculina, ao ultrapassarem o holandês Wesley Koolhof e o também croata Nikola Mektic, por 7-5 e 6-3.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.