O selecionar português, Pedro Cordeiro, disse hoje que à agência Lusa que a vitória de Michelle Brito em Wimbledon sobre a russa Maria Sharapova, número três mundial, é «o maior feito do ténis português».

«Quer no setor feminino quer no setor masculino o que é facto é que é uma vitória sobre o número três do mundo, portanto é o maior feito do ténis português», disse Pedro Cordeiro que, apesar de não estar à espera da surpresa frente a Sharapova, «não tinha dúvidas que a Michelle iria fazer um ótimo jogo».

Pedro Cordeiro disse que, por conhecer bem a tenista portuguesa, sabia que ela «não tem qualquer tipo de inibição quando defronta este tipo de atletas, pelo contrário, tem sempre uma prestação um bocadinho acima da média do que ela costuma ter».

Sobre o jogo, Pedro Cordeiro disse que Michelle Brito fez «um grande jogo» e «mostrou uma grande maturidade», mostrando que as pessoas que pensavam que sua carreira tinha acabado estavam enganadas.

«Foi um grande jogo da Michelle, a demonstrar já uma enorme maturidade. Ao contrário do que toda a gente pensava, que a Michelle já tinha acabado, eu sempre disse que isso não era verdade. A Michelle apesar de já estar há muito tempo no conhecimento de muita gente é muito jovem, tem 20 anos, e portanto ainda há muito tempo de ter uma grande carreira tenística», disse o selecionador que se mostrou muito satisfeito por Michelle Brito e pelo ténis português.

Sobre o impacto desta vitória na carreira de Michelle Brito, Pedro Cordeiro acredita que «esta vitória é muito importante para ela».

«Conhecendo a Michelle, acho que ela vai aproveitar e vai, certamente, como também eu desejo e espero, dar um salto qualitativo no seu ténis. Poderá dar-lhe mais autoconfiança e mais à vontade para entrar nas lides que há muito que nós esperamos. Acho que ela tem todas as condições de agora, talvez com este resultado, dar um salto ainda maior», afirmou.

Em relação às possibilidades de Michelle Brito vencer o torneio de Wimbledon, o selecionador pede «calma», mas afirma que «todos os que lá estão têm capacidade» para o vencer.

«Todos os que lá estão têm essa capacidade, agora vamos com calma, jogo a jogo, vamos ver o que vai acontecer. Certamente que ela mais do que ninguém quer ir o mais longe possível, inclusive ganhar, é o sonho de qualquer atleta que está num destes torneios. Mas ela é um dos focos agora, também lhe vão querer ganhar, vamos ver é o comportamento dela», considerou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.