O piloto britânico Elfyn Evans (Toyota Yaris) foi esta manhã o mais rápido no ‘shakedown’ (aquecimento) da 56.ª edição do Rali de Portugal, quinta prova do campeonato do mundo, realizado em Baltar.

Evans, líder do Mundial à partida desta prova, cumpriu os pouco mais de quatro quilómetros do troço desenhado na zona de Paredes com o tempo de 2.53,4 minutos na segunda das duas passagens que efetuou.

O finlandês Esapekka Lappi (Hyundai i20) foi o segundo mais rápido, ficando a apenas uma décima de segundo de Evans, com o estónio Ott Tänak (Ford Puma) em terceiro, a 0,5 segundos do britânico, no troço que serve para as derradeiras afinações antes da prova e que não conta para efeitos de classificação final.

O finlandês Kalle Rovanperä (Toyota Yaris), segundo no campeonato à partida da prova portuguesa com 68 pontos, menos um do que Evans e Sebástien Ogier (que não participa neste rali), terminou na sétima posição, seguido do belga Thierry Neuville (Hyundai i20), que fez apenas uma passagem pelo ‘shakedown’ e foi sétimo.

A 56.ª edição do Rali de Portugal tem a partida simbólica esta noite, em Coimbra, e, ao contrário do que tem sido hábito nos últimos anos, não conta com nenhum troço cronometrado hoje.

Assim, as cerca de 90 equipas presentes a saírem para a estrada na sexta-feira, com oito provas especiais de classificação (PECs), incluindo a superespecial que encerra o dia, na Figueira da Foz.

No total, os pilotos têm 120,59 quilómetros cronometrados pela frente.

Esta primeira jornada serve, também, para definir a classificação para os concorrentes do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), que tem aqui a sua quarta jornada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.