O antigo futebolista internacional búlgaro Dimitar Berbatov vai iniciar a carreira de treinador, integrando a equipa técnica do Etar Tarnovo, com a ‘missão’ de orientar os avançados do último classificado do campeonato da Bulgária, anunciou hoje o clube.

“O Berbatov quer ajudar. Ele acredita que o Etar é uma boa oportunidade para começar a carreira de treinador. Vai ajudar a desenvolver o futebol búlgaro”, afirmou o presidente do Etar, Deyan Kuzdov, em declarações a uma estação de rádio búlgara.

O antigo ponta de lança, de 39 anos, que encerrou a carreira de futebolista em 2019, vai fazer parte da equipa técnica liderada por Aleksandar Tomovski, que foi companheiro de equipa de Berbatov em 1998/99 e 1999/00, quando ambos atuavam no CSKA de Sófia.

Contatado pela AFP, Tomosvksi revelou que Berbatov “pretendia trabalhar sem ser remunerado e apenas com a intenção de ganhar experiência” no arranque da carreira de treinador.

Segundo o presidente do Etar, Dimitar Berbatov terá como função “ajudar a desenvolver as qualidades técnicas” dos avançados da equipa, que ocupa o 14.º e último lugar da Liga búlgara, e possui o segundo pior ataque da competição, com 11 golos marcados em 16 jornadas.

Em setembro de 2019, Berbatov retirou-se dos relvados, colocando fim a uma carreira profissional de 20 anos, durante a qual representou CSKA de Sófia, Bayer Leverkusen, Tottenham, Manchester United, Fulham, Mónaco, PAOK e Kerala Blasters.

Ao todo, Berbatov disputou 735 jogos e marcou 322 golos, tendo conquistado três ligas inglesas, três taças da Liga inglesa, duas supertaças de Inglaterra, uma Taça da Bulgária e um Mundial de clubes.

É o melhor marcador da história da seleção búlgara, com 48 golos em 78 partidas, e participou no Euro2004, que se disputou em Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.