Numa entrevista cedida por Maik Barthel à revista alemã Kicker, citada pelo jornal A Bola, o agente revela que nem a equipa nem o treinador Carlo Ancelotti se preocuparam com esse facto.

"Robert [Lewandowski] disse-me que não recebeu apoio e que o treinador não o chamou no último jogo para o ajudar a ser o melhor marcador. Ficou desiludido, nunca antes o tinha visto assim. Ele esperava que a equipa o apoiasse de modo proativo», afirmou o empresário.

Recorde-se que Robert Lewandowski terminou a temporada com 30 golos marcados na Liga Alemã, contra os 31 marcados por Pierre-Emerick Aubameyang, do Borussia Dortmund, que se sagrou o melhor marcador da Bundesliga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.