O Tottenham foi, esta quarta-feira, afastado da Taça de Inglaterra no seu próprio estádio ao perder com o Norwich no desempate por penáltis, depois de um empata a um golo ao fim de 120 minutos.

O português Gedson Fernandes, que entrou no decorrer da segunda parte, falhou o derradeiro penálti no desempate por pontapés da marca de grande penalidade, permitindo da defesa do guarda-redes contrário e confirmando o adeus de José Mourinho ao sonho de conduzir os 'Spurs' á conquista de um troféu que o não erguem desde 1991.

O Tottenham até tinha começado bem, adiantando-se no marcador logo aos 13 minutos, com um golo da autoria de Vertonghen, na sequência de um livre batido por Lo Celso.

Gedson Fernandes saltou do banco para ser lançado por Mourinho aos 54 minutos e quando já muitos pensavam que os 'spurs' iriam seguir em frente com um triunfo pela margem mínima, os visitantes chegaram ao emapte. Faltavam dez minutos para os 90 quando Drmic aproveitou uma defesa incompleta de Vorm, estsa noite titular na baliza dos 'spurs', para restatebelecer a iguadalde.

No prolongamento o Tottenham pressionou e criou vários lances de perigo, sobretudo nos instantes finais, mas não conseguiu marcar e a decisão seguiu mesmo para as grandes penalidades. Aí, o Norwich até foi o primeiro a falhar, por venceu por McLean, mas as contas viraram quando Lamela e Parrot falharam para o Tottenham. Gedson partiu, então, para a bola para bater a quinta grande penalidade dos londrinos com o peso da responsabilidade de não poder falhar, mas permitiu a defesa do guarda-redes contrário e o Tottenham ficou mesmo pelo caminho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.