O técnico principal do Petro de Luanda, Tony Cosano, considerou hoje sábado que a derrota sofrida de 1-0 diante do Desportivo da Huíla, deveu-se a "falta de sorte", uma vez que "dominou" a partida até aos últimos minutos.

Falando à imprensa no final do jogo disputado no campo Ferroviário do Lubango, disse ter feito tudo, controlando a partida até aos minutos finais, mas o desporto tem destas coisas, lamentando não ter suplantado o adversário que se apresentou bem na sua casa.

Por outro lado lamentou o facto de o seu conjunto não ter alcançado a vitória, mas teve uma boa preparação sendo que a derrota foi injusta e penalizou a equipa que precisava dos três pontos para elevar os níveis motivacionais.

Disse ainda que vai trabalha para que a finalização não volte a cometer as mesmas falhas, já no próximo jogo do campeonato, uma vez que as equipas grandes não podem baixar de ritmo competitivo, mesmo que seja doloroso ter só um ponto na competição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.