Em entrevista ao jornal britânico “The Guardian”, Squillaci explicou a sua saída do Sevilha para rumar ao Arsenal: “Se um jogador francês recebe uma oferta de Arsène Wenger é quase impossível recusá-la (…) Foi uma oferta sensacional para mim e estou muito feliz que o Sevilha me tenha deixado sair. Foi uma situação difícil, mas sabia que teria de aproveitar esta oportunidade”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.