A Fundação Messi está sob suspeita de ter fugido ao fisco com 10 milhões de euros que não foram declarados entre 2007 e 2015. A notícia é avançada pelo jornal espanhol ABC que afirma que a organização não declarou os valores que estava obrigado.

A questão remota a 2007 quando a Fundação foi criada em Espanha. Na altura, era a única, mas a rede expandiu-se em 2009 com mais uma casa a ser criada na Argentina. No enanto, esta segunda fundação não estava registada conforme prevê a lei espanhola.

Este não é o primeiro encontro de Messi com a justiça em Espanha. Recorde-se de que o jogador do Barcelona chegou a ter problemas com uma condenação a 21 meses de pena suspensa por fraude fiscal no valor de quatro milhões de euros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.