A transferência de Neymar tem sido o tema mais quente deste defeso no que toca a transferências entre clubes. O avançado do Barcelona está a apenas um pequeno passo de deixar a Catalunha para se juntar aos parisienses, mas o negócio que tem tudo para entrar na história, mas os obstáculos no processo têm sido mais de muitos.

Começando na temporada passada, Neymar integra o trio MSN como uma das forças ofensivas mais poderosas da Europa. Com Messi e Suárez como colegas na frente de ataque, o avançado brasileiro é uma das peças fundamentais, mas sempre na ‘sombra’ do superastro que é Leo Messi. Apesar de ser uma das equipas mais fortes da Europa, a época termina apenas co a conquista da Taça do Rei. Tanto o campeonato como a Liga dos Campeões fugiram para o Real Madrid, grande rival em Espanha. Na memória catalã fica, contudo, a ‘remontada’ histórica frente ao…PSG onde Neymar foi a grande estrela do encontro.

Findando a temporada, o avançado brasileiro seguiu de férias como os restantes colegas. Sem rumores de transferências, ninguém colocava em causa a permanência do internacional brasileiro no Barcelona que continuava ‘feliz’ na Catalunha.

Em Paris, o PSG preparava a nova temporada onde regressar aos títulos depois de ver o Mónaco campeão é o objetivo. No entanto, a formação da capital francesa mantém o derradeiro objetivo debaixo de olho: A Liga dos Campeões.

Para tal, Antero Henrique, diretor desportivo que havia deixado o FC Porto, ficou encarregue dos negócios para reforços que fossem necessários. Pouco depois, começavam a surgir os primeiros rumores da potencial contratação de Neymar.

De rumores à proposta oficial com ‘amuos’ à mistura

Na sequência dos primeiros rumores de o PSG estava atrás do jogador brasileiro, o Barcelona terá pedido a Neymar para desmentir qualquer aproximação e dedicar-se ‘fiel’ ao clube catalão. Em Espanha, esta noticia foi avançado pela comunicação social que avançava ainda que o jogador se tinha recusado a fazer o que tinha sido pedido.

Nas digressões de pré-temporada, Neymar acompanhou a equipa pela International Champions Cup assinando boas exibições pelos catalães. Fora dos relvados, eram conhecidos os contornos do negócio cujos valores ascendiam aos 30 milhões de euros por temporada para o jogador bem como o pagamento da cláusula de rescisão.

Mourinho: "Não penso que 222 milhões de euros por Neymar seja caro"
Mourinho: "Não penso que 222 milhões de euros por Neymar seja caro"
Ver artigo

Na semana passada, a atitude do jogador mudou consideravelmente nas sessões de trabalho. Para a posterioridade fica a reação do brasileiro quando, num treino, se desentendeu com Nélson Semedo. O antigo defesa do Benfica teve uma entrada à bola durante um treino que ‘aqueceu’ o temperamento de Neymar. Após a confusão estar sanada, o avançado abandonou o treino sem autorização com vários pontapés em clara manifestação de insatisfação. [Recorde o momento].

Em resposta, o Barcelona teve mão pesada e 'congelou' o prémio de assinatura de Neymar de quando o brasileiro renovou contrato com os 'blaugrana'. O valor de 26 milhões de euros ficou fora do alcance do avançado com o intuito de o fazer ficar em Espanha e demovê-lo das intenções de sair. Em contrapartida, uma transferência traria muito dinheiro ao pai do jogador.

Pai de Neymar vai ´encher os bolsos` com a transferência do filho para o PSG
Pai de Neymar vai ´encher os bolsos` com a transferência do filho para o PSG
Ver artigo

Esta semana, o ‘dia N’ para a transferência Espanha acordava com a noticias de que Neymar tinha recebido autorização para faltar ao treino do Barcelona para tratar do seu futuro. Através de um comunicado, o clube catalão explicou que o jogador, acompanhado pelo pai, tinha feito um pedido para que o jogador deixasse o Barcelona para assinar por outro clube.

No mesmo dia, o empresário do jogador confirmava a intenção do PSG em pagar a cláusula de rescisão e resgatar o jogador para o emblema francês. A promessa feita era de uma proposta formal avançada nas horas seguintes. Antes, um dos dirigentes da Liga Espanhol dizia, em entrevista ao jornal ‘As’ que não aceitaria o dinheiro do clube francês.

Neymar acabou por deixar Barcelona sem treinar com o plantel e viajou para Portugal. Na cidade do Porto, o brasileiro foi fazer exames médicos de modo a estar tudo em ordem para quando fosse necessário assinar contrato. Sem declarações e sempre apressado, Neymar chegou, fez os exames médicos e abandonou a cidade do Porto já perto das 22:00 da noite.

O Barcelona não ficou agradado com a viagem do jogador brasileira para terras lusas, uma vez que continua a ser jogador do clube catalão e não tinha autorização para fazer exames médicos fosse onde fosse. [Recorde a questão em causa]

Na Catalunha, os adeptos não perdoam a iminente traição do jogador e já começaram a apelidá-lo de traidor. As comparações a Luís FIgo seguiram-se apesar de ainda não haver certezas de que o jogador vá abandonar o Barcelona.

Dia arranca com ‘nega’ da Liga Espanhola

Esta quinta-feira a promessa feita pelo empresário de Neymar concretizou-se. Três emissários do avançado, entre os quais o advogado Juan de Dios Crespo, especialista em direito desportivo, deslocaram-se à sede de La Liga, em Espanha, para depositar o cheque que concretizaria a transferência.

A viagem acabou por ser em vão vistos que levaram uma 'nega' dos responsáveis daquele organismo. Segundo informa o "As", a Liga espanhola terá recusado a quantia referida anteriormente pelo facto de o pagamento da cláusula de rescisão ser um direito exclusivo dos clubes espanhóis, mas principalmente por não haver um registo da origem do dinheiro.

Liga espanhola rejeitou o cheque de €222 milhões da cláusula de Neymar
Liga espanhola rejeitou o cheque de €222 milhões da cláusula de Neymar
Ver artigo

Apesar da resposta negativa, a transferência de Neymar pode continuar de pé. A resolução, caso o impasse se verifique, pode ser entregue à FIFA. O órgão quer gere o futebol mundial poderá intervir no sentido de dar já ao jogador um certificado provisório até à resolução do conflito.

A confirmar-se a saída de Neymar para o PSG estamos perante a transferência mais cara de sempre da história do futebol mundial. O valor da transferência do brasileiro é de 222 milhões de euros, o dobro do capital gasto pelo Manchester United quando contratou Pogba à Juventus. Em Paris, Neymar terá um contrato de cinco anos à sua espera com um vencimento de 30 milhões de euros por temporada. Sem Messi, o jogador será a grande estrela sem ninguém que lhe faça sombra.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.