O Barcelona entrou para a história negativa da Liga dos Campeões, ao tornar-se na primeira equipa a ser afastada em jogos a eliminar na prova milionária, depois de vencer na primeira-mão por 3-0.

Os 'culés' bateram os 'reds' no Camp Nou na última quarta-feira por 3-0, com um bis de Messi e outro tento de Luis Suárez e tinham tudo bem encaminhado para marcar presença na final, no Wanda Metropolitano em Madrid.

Barcelona foi eliminado da Liga dos Campeões e as redes sociais não perdoaram

Mas, mesmo sem Firmino e Salah, os homens de Jurge Klopp tinham outras ideias. Empurrados por um público fantástico em Anfield Road, os comandados de Ernesto Valverde foram incapazes de travar a avalanche atacante dos ingleses, que venceram por 4-0, com golos do belga Divok Origi e do holandês Georginio Wijnaldum, ambos com dois tentos. Uma 'queda' estrondosa que deixou o mundo do futebol boquiaberto e abriu mais uma página negra na história do Barcelona em provas da UEFA.

E isto porque não foi a primeira, nem a segunda, nem a terceira vez que os catalãs foram afastados das provas da UEFA de forma tão humilhante.

Golpe do século, "tragédia" e "hecatombe": o que diz a imprensa internacional da eliminação do Barcelona
Golpe do século, "tragédia" e "hecatombe": o que diz a imprensa internacional da eliminação do Barcelona
Ver artigo

Desde que Guardiola deixou o Barcelona, o emblema catalão só por uma vez voltou a vencer a Liga dos Campeões. O agora treinador do Manchester City levou Messi e companhia ao título em 2010/2011, com uma vitoria por 3-1 frente ao Manchester United, na final de Wembley. O clube só viria a conquista a prova em 2014/2015 com outro técnico da casa: Luis Enrique guiou o Barcelona ao triunfo na Liga Milionária ao vencer a Juventus por 3-1 no Estádio Olímpico de Berlim.

Entre uma conquista e outra, o Barcelona foi eliminado nas meias-finais pelo Chelsea em 2011/2012 ao perder por 1-0 em Londres, após empate 2-2 em Camp Nou. No ano seguinte, nova eliminação, mais humilhante, ao perder por 7-0 no conjunto das duas mãos (0-4 fora e 0-3 em casa) em frente ao Bayern Munique de Jupp Heynckes, também nas meias-finais. Na época 2013/2014, os 'cules' nem passaram dos quartos-de-final, ao serem afastados pelo Atlético Madrid de Simeone, com empate 1-1 em casa e derrota no Vicente Calderón por 1-0.

Depois da conquista do título com Luis Enrique em 2014/2015, os blaugrana voltaram a ser eliminados pelo Atlético Madrid de Simeone em 2015/2016, perdendo 2-0 fora de casa, depois de terem vencido 2-1 no Camp Nou nos quartos-de-final. Seguiu-se nova eliminação na época seguinte, desta vez às mãos da Juventus, ao serem derrotados em Turim por 3-0, após o 0-0 da primeira-mão.

No ano passado a queda na Liga dos Campeões teve contornos de humilhação frente a uma AS Roma que estava longe de ser uma super-equipa. Os 4-1 em Camp Nou deixavam a formação de Valverde com uma mão nas meias-finais mas os 'culés' saíram do Coliseu humilhados e vergados com uma derrota por 3-0. E como Valverde e companhia não aprenderam a lição, nova humilhante derrota, agora por 4-0 em Anfield Road, depois dos 3-0 da primeira-mão na casa blaugrana.

Permanência de Valverde em Barcelona será discutida depois da Taça do Rei
Permanência de Valverde em Barcelona será discutida depois da Taça do Rei
Ver artigo

Os adeptos do Barcelona começam a ficar fartos destas humilhações, pelo que é mais que certo a saída de Valverde no final da época. Venceu a Liga espanhola nestes dois últimos anos mas falhou o objetivo principal: a Liga dos Campeões. A forma como caiu nestas duas ocasiões não deixa margem de manobra para a direção, a não ser o despedimento. Os dirigentes também precisam de reforçar a equipa em sectores-chave com jogadores que se identificam com os valores do clube e um treinador capaz de pegar na filosofia do clube e levar-lhes ao sucesso fora de Espanha.

O Barcelona perdeu todos os jogos fora de casa quando foi eliminado da Liga dos Campeões, desde o seu último título: 2-0 frente ao Atlético Madrid, 3-0 com a Juventus, 3-0 com a AS Rmoa e 4-0 com o Liverpool.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.