Fernando Santos fez, ao início da tarde desta segunda-feira, a antevisão do jogo com o Luxemburgo, de apuramento para o Mundial2022. Na conferência de imprensa, o selecionador de Portugal alertou para o perigo que representa o Luxemburgo e explicou a situação de Diogo Jota, jogador que está lesionado e em dúvida para o jogo de amanhã.

Diogo Jota: "Treinou hoje com alguma intensidade mas a probabilidade de jogar é pouca. Vou falar com ele ver como se sente. Tem condições para estar no banco e ser lançado, mas não vamos correr nenhum risco. Esteve muito tempo connosco sem treinar, se não puder jogar, seguirá para Liverpool."

O que espera do Luxemburgo? "Espero um jogo de grau elevado de dificuldade por aquilo que visionei do jogo deles com a Sérvia. Acabaram por perder, mas penso que foi injusto. Quando vi o jogo verifiquei que a Sérvia construiu as oportunidades de golo em contra-ataque. A posse de bola foi do Luxemburgo. É uma equipa em crescendo, não tem nada a ver com a equipa de há cinco ou seis anos, evoluiu muito. Há cinco meses, se não tivéssemos marcado a terminar a primeira parte teríamos tido ainda mais dificuldades em vencer. Procuram sair a jogar e ter bola e vão ter os dois melhores jogadores de volta, que não jogaram no último jogo [Leandro Barreira e Gerson Rodrigues] e isto vai trazer acrescento à equipa. Se estivermos equilibrados estaremos mais perto de vencer, mas não espero uma equipa do Luxemburgo remetida atrás."

Mais benéfico se Luxemburgo dividir  o jogo com Portugal? "Se estivermos bem equilibrados nas ações ofensivas, sim. Haverá mais espaço para explorar, menos aglomeração de jogadores. Em muitos momentos do jogo, vamos empurrar o Luxemburgo. Vai haver uma abertura maior para tirar proveito contra uma equipa que não jogue apenas com bloco baixo e cerrado, como é habitual fazerem contra Portugal. No plano teórico, se jogarem mais aberto, teremos mais probabilidades de ganhar."

Já tem ideia da equipa a utilizar? "Já tenho equipa definida. Foi muito importante o que a equipa fez com o Catar, já tinha sido assim com Azerbaijão e o primeiro jogo com o Catar, porque com a Irlanda tivemos falta de equilíbrio e problemas. Mas nestes dois jogos a equipa melhorou muito. Jogadores mostraram ao selecionador que querem jogar, mas duvidas para o jogo de amanhã não tenho, sinceramente"

Informações passadas aos jogadores: " Hoje vai ser feito esse trabalho, ontem foi mais de recuperação. Já fui passando as ideias do que pretendemos. Hoje também fizemos isso, ao nível das bolas paradas, também muito importantes e onde eles têm estado bem. Logo à tarde, na palestra, procurarei mostrar aos jogadores o que temos de fazer. Mas também dar a conhecer esta equipa do Luxemburgo."

Admite mudar o sistema e jogar com três centrais, num 3-4-3 ou 3-5-2? "De maneira alguma. Portugal vai jogar como sempre jogou. Nunca vai alterar a sua forma de jogar."

O Portugal-Luxemburgo, antepenúltimo do Grupo A de qualificação para o Mundial2022, está agendado para terça-feira, às 19h45, no Estádio Algarve.

Com o triunfo da Sérvia diante dos luxemburgueses (1-0), no sábado, Portugal caiu para o segundo posto do grupo, com 13 pontos, menos um do que os sérvios (14), que lideram, mas têm mais uma partida realizada. Já o Luxemburgo, que tem menos um jogo, é terceiro, com seis pontos, à frente de República da Irlanda (cinco) e Azerbaijão (um).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.