Cristiano Ronaldo foi, esta manhã, o jogador escolhido para falar em conferência de imprensa durante a preparação de Portugal para a estreia no Qatar, quinta-feira, frente ao Gana e, claro, a polémica entrevista que concedeu em Inglaterra ao jornalista Piers Morgan foi um dos assuntos questionado pelos jornalistas.

O capitão da Seleção nacional não fugiu à resposta, garantindo que a referida entrevista não afetará o desempenho de Portugal no Qatar.

"O timing é sempre o timing. Do vosso lado é fácil ver como podemos escolher os timings. Às vezes vocês escrevem verdades, às vezes escrevem mentiras. O timing para mim é o meu timing. Não preciso de me preocupar com o que os outros pensam. Eu falo quando quero. Todo a gente sabe quem eu sou e no que acredito. Não vai influenciar o que a Seleção", começou por garantir.

"Toda a gente me conhece e sabem aquilo que sou e que penso. Não sou influenciado por aquilo que os outros dizem ou pensam. O grupo está bem, confiante, unido e está blindado. É um grupo que quer ganhar esta competição. Todos querem jogar, que é algo que gosto de ver. Por isso, não tenho dúvidas que nada abalará o plantel.", acrescentou.

Cristiano Ronaldo: "Sinto-me preparado para jogar e ajudar a equipa. Estou bem!"
Cristiano Ronaldo: "Sinto-me preparado para jogar e ajudar a equipa. Estou bem!"
Ver artigo

Ronaldo falou ainda do cumprimento que deu que falar com Bruno Fernandes. "Há sempre polémicas... Com o Bruno Fernandes, correu-vos mal. Fiz uma brincadeira com ele, com quem tenho uma relação excelente. O voo dele atrasou e eu perguntei se tinha vindo de barco. Era uma brincadeira, como foi com o João Cancelo. Ele estava um bocadinho triste, por causa de entrada entre ele e o Félix. Puxei-o para cima e depois surge mais uma polémica. Todo o que gira à minha volta, há sempre debate e conversas... O ambiente na seleção é excelente. Estamos de corpo e alma aqui. Não há problemas!, sublinhou.

"Não perguntem sempre pelo Cristiano, não falem de mim! O caso do Cristiano está encerrado. Falem sobre eles e sobre a competição. Se alguém me fizesse uma pergunta sobre o Rafa, eu não responderia, porque é um assunto encerrado", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.