Os adeptos do Blackburn, último classificado da Liga inglesa de futebol, cansaram-se e preparam um protesto de 24 horas à porta do estádio Ewood Park.

Os dirigentes do clube assumiram que iriam receber os adeptos, algo que nunca veio a acontecer. Cansados de falsas promesas, decidiram intervir e preparam o protesto desde 3 de dezembro.

Num comunicado emitido, Glen Mullan e Simon Littler, organizadores do movimento, explicam os motivos pelos quais protestam: pela demissão do treinador Steve Kean e de serem os Venki’s os donos do clube. Segundo os mesmos, «a intensidade do protesto vai subir gradativamente», não só com a manifestação na sexta-feira, dia do jogo, como sábado.

Com 14 pontos apenas em 20 jogos, o Blackburn Rovers é último classificado. A situação até poderá mudar nesta jornada que se avizinha, caso ganhem ao Fulham e o Wigan e o Bolton não vençam os seus jogos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.