Num embate em que os dois técnicos pouparam muitos jogadores, os forasteiros adiantaram-se aos 16 minutos, por Henri Lansbury, mas os locais restabeleceram a igualdade aos 49, por Robbie Keane.

O encontro acabou por ir para prolongamento, fase em que o francês Samir Nasri conseguiu “bisar”, na transformação de duas grandes penalidades, aos 92 e 96 minutos.

Aos 105 minutos, o russo Andrei Arshavin fechou o resultado, garantindo, em definitivo, o apuramento do “onze” comandado pelo francês Arsene Wenger.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.