O treinador português Bruno Lage é o novo treinador do Wolverhampton e promete unir o clube na busca pelos resultados.

"Em primeiro lugar, estou muito feliz. É uma grande oportunidade. Estou muito feliz porque voltei a este país e por ser treinador de uma grande equipa. É uma equipa e um clube que quer fazer história e é a oportunidade de disputar a Premier League. Portanto, estou feliz, animado e com grande ambição de fazer grandes coisas por este clube", começou por dizer, citado pelo clube.

"Vou tentar conhecer toda a gente, ver o que o clube tem a oferecer, e a minha primeira ideia é tentar unir o grupo. Quero criar uma boa dinâmica de grupo, com o meu staff, com todas as áreas do clube. Já tentei unir toda a gente para começar a construir o novo ciclo. Penso que é uma boa oportunidade para perceber o que o Nuno [Espírito Santo] fez nestes quatro anos e a minha ambição é continuar e melhorar o que fez", acrescentou.

Este será também um regresso de Lage ao Reino Unido, onde foi adjunto de Carlos Carvalhal no Sheffield Wednesday e no Swansea.

No Wolverhampton, Bruno Lage vai treinar vários jogadores portugueses, depois de, em 2020/21, terem estado no plantel Rui Patrício, Nélson Semedo, Rúben Neves, Vitinha, João Moutinho, Pedro Neto, Daniel Podence e Fábio Silva.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.