José Mourinho criticou a comunicação social inglesa logo após o jogo entre Manchester United e Newcastle a contar para a oitava jornada da Premier League, acusando-a de perseguição.

"Tenho 55 anos e é a primeira vez que vejo uma perseguição", começou por dizer o treinador do Manchester United logo após o triunfo sobre o Newcastle obtido ao minuto 90' e depois de a sua equipa estar a perder por 2-0 ao intervalo.

"Até posso lidar com isso e consigo viver com isso. Mas, alguns dos meus jogadores, até por não serem quem está a ser perseguido, não estão a lidar bem com a situação", acrescentou Mourinho antes de dar um exemplo.

"Bastou ver a forma como começámos o jogo, eles [jogadores do Manchester United] estavam em pânico e a cada bola na nossa área... Cheguei a pensar que iríamos marcar na própria baliza", disse José Mourinho.

"Entendo certas coisas na natureza humana e nesta indústria do futebol. Costumava gostar disso, ainda continuo a gostar, mas é diferente. Há demasiada maldade em algo que deveria ser só belo. Aguento com tristeza, mas porque sou crescido", acrescentou o técnico português referindo-se às últimas semanas de tensão em torno da sua equipa.

"Vou para Londres agora e, como um amigo meu disse, chover em Londres será por culpa minha", atirou Mourinho.

Já em relação às notícias veiculadas seu despedimento antes do jogo com o Newcastle, Mourinho afirmou: "Se houver problemas com o Brexit, será por culpa minha. Julgo que há demasiada maldade, é uma clara perseguição", sentenciou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.