O campeão inglês Manchester City venceu hoje em casa o Newcastle por 2-1, em jogo da quarta jornada da liga inglesa de futebol, e subiu ao terceiro lugar da prova.

Sterling, aos oito minutos, e Walker, aos 52, decidiram o encontro para os ‘citizens’, que pelo meio ainda sofreram o golo do empate, pelo norte-americano Yedlin, aos 30 minutos.

O resultado deixa a equipa de Pep Guardiola com 10 pontos no terceiro lugar, mas pode perder a posição, uma vez que, no domingo, Tottenham e Watford defrontam-se, duas equipas que somam nove pontos em três jogos.

No topo da tabela está o Liverpool, que hoje bateu fora o Leicester por 2-1, e o Chelsea, que recebeu e venceu o Bournemouth por 2-0, ambos com 12 pontos, tantos quantos era possível conseguir nas quatro primeiras rondas da ‘Premier League’.

Num jogo em que o Newcastle pouco conseguiu atacar, dada a alta posse de bola da formação de Manchester, que acabou com 79% nesta estatística no final do encontro, Sterling marcou cedo numa boa jogada individual, após passe do francês Mendy.

Aos 30, um raro contra-ataque bem conduzido levou ao golo de Yedlin, assistido pelo venezuelano Rondón.

No segundo tempo, Walker fez o 2-1 final, aos 52, com um remate colocado de fora da área, seis minutos antes da entrada de Bernardo Silva nos campeões ingleses, e o City controlou o jogo até final.

Antes, um golo do espanhol Adama Traoré, aos 90+3, deu a vitória ao Wolverhampton, treinado por Nuno Espírito Santo, na visita ao West Ham, num jogo em que Rui Patrício, Ruben Neves, João Moutinho, Diogo Jota e Hélder Costa foram titulares, e Rúben Vinagre suplente utilizado.

Os ‘Wolves’ seguem em nono lugar com cinco pontos, menos um do que o Everton, de Marco Silva, que hoje empatou com o Huddersfield e tem seis, no sétimo lugar.

Cédric Soares assistiu Ings para o primeiro golo da vitória do Southampton em casa do Crystal Palace (2-0), enquanto Brighton e Fulham empataram a duas bolas.

No domingo, Watford ou Tottenham podem chegar aos 12 pontos e igualar Liverpool e Chelsea no topo da tabela, quando ambas as equipas se defrontarem pelas 16:00, à mesma hora da visita do Manchester United, de José Mourinho, ao reduto do Burnley.

Antes, o Arsenal, adversário do Sporting na Liga Europa, quer somar a segunda vitória na ‘Premier League’, em que já perdeu por duas vezes, no terreno do recém-promovido Cardiff (13:30).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.