Os resultados do exercício, divulgado no sítio da Internet do clube, revelam que o Tottenham registou no último exercício receitas de 113,0 milhões de libras (125,7 milhões de euros), em queda de 1,6 por cento, e um lucro líquido de operações continuadas de 23,2 milhões de libras (25,8 milhões de euros).

O clube registou resultados operacionais de 36,8 milhões de libras (41,0 milhões de euros) e teve um resultado positivo de 56,5 milhões de libras (63,0 milhões de euros) nos negócios com compra e venda de jogadores.

O Tottenhem vendeu o búlgaro Dimitar Berbatov ao Manchester United por 30,7 milhões de libras (34,2 milhões de euros) e o irlandês Robbie Keane ao Liverpool por 20,3 milhões de libras (22,6 milhões de euros), recomprando seis meses mais tarde este último jogador por 12 milhões de libras (13,4 milhões de euros).

O presidente do Tottenham, Daniel Levy, considerou que foram feitos "progressos significativos" na visão de longo prazo para o clube, recordando que as três prioridades chave eram o investimento na equipa, construção de um novo centro de treinos e edificação de um novo estádio com mais de 56 mil lugares.

O Tottenham dispõe de activos de 291,4 milhões de libras (325,3 milhões de euros) e tem um passivo de 229,3 milhões de libras (255,8 milhões de euros), o que lhe garante uma situação líquida de 62,06 milhões de libras (69,2 milhões de euros).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.