O avançado camaronês dos 'azuis e brancos' conseguiu aumentar, ainda mais, a temperatura numa das mais quentes tardes de futebol no Dragão, apontando dois golos no primeiro tempo, aos 18 e 21, e 'selando' a exibição com o terceiro golo, aos 77.

Com este resultado, o FC Porto soma o terceiro triunfo em igual número de jornadas da I Liga, e mantêm-se na frente da tabela com os mesmo pontos que os rivais Benfica e Sporting e também do Rio Ave.

Já o Moreirense somou a primeira derrota deste campeonato, depois de somar dois empates, frente a Feirense e Vitória de Setúbal, nas rondas iniciais da competição.

Maxi titular

Ricardo Pereira assistiu à vitória do FC Porto desde a bancada
Ricardo Pereira assistiu à vitória do FC Porto desde a bancada
Ver artigo

O jogador uruguaio fez o lugar de Ricardo Pereira, tendo sido a única novidade em relação à equipa que atuou na jornada anterior. O defesa português nem se sentou no banco de suplentes, tendo ficado a assistir à vitória portista desde a bancada. Desconhece-se para já o que levou Sérgio Conceição a riscar o nome de Ricardo da lista, ele que foi titular nos dois primeiros jogos da temporada.

Aboubakar aqueceu um Estádio do Dragão cheio e foi a figura

Com 33 graus de temperatura na Invicta, o primeiro golo surgiu aos 18 minuto após cruzamento da esquerda de Alex Telles para o coração da área, com o avançado camaronês a aparecer solto entre os centrais e a cabecear fortíssimo para o fundo das redes, inaugurando o marcador.

O avançado do FC Porto precisou de mais três minutos para bisar. Oliver conduziu a bola até à entrada da área, colocou em Marega que atirou rasteiro para a defesa incompleta de Jhonatan. A bola sobrou novamente para Oliver, que permitiu nova defesa do guardião do Moreirense, mas Aboubakar, em nova recarga, não perdoou, fazendo o segundo.

W52-FC Porto aplaudida no Dragão após conquista da Volta a Portugal
W52-FC Porto aplaudida no Dragão após conquista da Volta a Portugal
Ver artigo

Na segunda parte, o jogo ficou mais morno, tendo os Dragões entrado menos incisivos. Só aos 77 minutos é que Aboubakar conseguiu agitar os ânimos dos muitos adeptos presentes no estádio, ao completar um hat-trick, beneficiando de uma hesitação da defesa da equipa de Moreira de Cónegos e dando a melhor sequência ao passe de Marcano.

Benfica fica na liderança, seguido de FC Porto

É na diferença de golos que os encarnados ganham vantagem, uma vez que têm o mesmo número de pontos (9) que FC Porto, Sporting e Rio Ave. A equipa comandada por Rui Vitória tem nove golos marcados e um sofrido, enquanto FC Porto e Sporting contam com 8 marcados e a baliza ‘imaculada’. A equipa de Vila do Conde apontou cinco e sofreu quatro.

Manuel Machado vaticina o fim do futebol português

Manuel Machado apela ao equilíbrio no campeonato: "Os clubes pequenos são carne para canhão"
Manuel Machado apela ao equilíbrio no campeonato: "Os clubes pequenos são carne para canhão"
Ver artigo

Depois da derrota diante do FC Porto, Manuel Machado apontou ao desequilíbrio entre as equipas que tem pautado a I Liga, nomeadamente em relação aos três 'grandes', deixando um recado a Fernando Gomes e Pedro Proença.

"O que se passou ontem em Guimarães, o que se passou na Luz e o que se passou hoje aqui, como o que já tinha acontecido aqui na primeira jornada, resultados de 5-0, 4-0 e 3-0, merecem uma reflexão. Ou há um nivelamento maior entre os clubes ou o espetáculo vai acabar. Os clubes pequenos são carne para canhão. Os espetáculo perde interesse, os adeptos afastam-se dos estádios, os melhores jogadores saem para o estrangeiro, enfim, nada de bom vem deste desnivelamento, como é normal. Assim um dia o negócio futebol vai acabar", disse o técnico derrotado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.