O FC Porto igualou ontem o Sporting no primeiro lugar da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer na visita a Braga, por 1-0, com um golo do mexicano Jesús Corona.

Sporting arranca vitória a ferros frente ao Estoril
Sporting arranca vitória a ferros frente ao Estoril
Ver artigo

Os Dragões asseguraram o triunfo logo aos sete minutos, somando os mesmos 12 pontos do Sporting, que detém o primeiro lugar, por ter mais um golo marcado.

Sporting e FC Porto terminam a ronda com dois pontos de vantagem sobre Benfica e Rio Ave, que empataram 1-1 no sábado, enquanto o Sporting de Braga segue no sétimo lugar, com seis pontos.

Ricardo Pereira voltou ao onze inicial

Ricardo Pereira regressa ao onze portista
Ricardo Pereira regressa ao onze portista
Ver artigo

Para este desafio, o treinador Sérgio Conceição optou por Ricardo Pereira para o corredor da defesa portista, depois de o português ter faltado o jogo com o Moreirense por indisposição. Na jornada anterior, foi Maxi Pereira que tomou o lugar de Ricardo.

A equipa minhota chegava a este desafio depois de ter alcançado a fase de grupos da Liga Europa. O treinador Abel Ferreira promoveu seis entradas face ao jogo com os islandeses no play-off: Goiano, Rosic, Sequeira, Fransérgio, Fábio Martins e Hassan.

Com apenas um golo se fez a festa no Minho

O único golo marcado na cidade minhota teve a autoria de Jesús Corona. Logo aos sete minutos, Brahimi tentou furar na área, a bola sobrou para o mexicano, que tirou Sequeira do caminho e rematou fora do alcance de Matheus, inaugurando o marcador.

Os azuis e brancos estiveram muito perto de aumentar a vantagem no segundo tempo, depois de Alex Telles ter rematado cruzado de fora da área, com Matheus a conseguir desviar para o poste, em mais uma grande defesa do guardião bracarense.

O engenho de Sérgio Conceição e a baliza imaculada de Iker Casillas

Sérgio Conceição: "Acredito que, no final da época, vamos ter mais um ponto que o 2º classificado"
Sérgio Conceição: "Acredito que, no final da época, vamos ter mais um ponto que o 2º classificado"
Ver artigo

No segundo tempo, o treinador do FC Porto mostrou que sabe ler bem o jogo, tendo encontrado a fórmula para anular os pontos mais fortes do adversário. Sérgio Conceição tirou de campo Corona - que já não estava a render o que era suposto, mesmo tendo marcado o golo da vitória - para dar mais segurança e posse de bola no meio-campo com a entrada de Otávio. O treinador passou de 4x1x3x2 para um simples 4x3x3. Isso fez com que Marega e Brahimi pudessem ficar mais concentrados nas alas, dando ‘descanso’ aos laterais, que ficavam mais concentrados nas tarefas defensivas e não tanto nos processos ofensivos.

Nota ainda para o melhor arranque de época de sempre de Casillas, que está imbatível há 360 minutos. Na conferência de imprensa de rescaldo, o técnico dos azuis e brancos fez questão de realçar o feito do espanhol, sem esquecer que "à frente dele estão mais dez homens".

O melhor arranque desde 2013/14

Sérgio Conceição somou a quarta vitória nas quatro primeiras rondas da I Liga, algo que não acontecia desde a época 2013/14, com Paulo Fonseca no comando.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.