O Sporting recuperou, esta segunda-feira, a liderança isolada do campeonato, após vencer o Gil Vicente, por 3-1. Os leões somam agora dois pontos de vantagem em relação ao Benfica, que segue em segundo lugar.

A equipa de Rúben Amorim ainda sofreu um susto no início do encontro, mas Gyokeres mostrou quem é o verdadeiro rei da selva.

O Jogo:

Os leões entraram no jogo mais fortes e quiseram mostrar ao que vinham: foi logo aos dois minutos a primeira jogada de grande perigo, que podia ter terminado com a equipa de Rúben Amorim a inaugurar o marcador.

O perigo leonino continuava e as oportunidades apareciam, inclusive, Alvalade ainda gritou golo de Gyokeres, aos nove minutos, mas o avançado sueco estava em fora de jogo e o golo acabou anulado pelo vídeo-árbitro.

Mas, aos 34 minutos, os gilistas adiantaram-se no marcador pelo capitão, Rúben Fernandes, aos 34 minutos, num cabeceamento na sequência de um livre.

O Sporting via assim mais longe a oportunidade de recuperar a liderança isolada... mas, os leões não baixaram os braços e foi preciso menos de dez minutos para os adeptos poderem gritar golo. Aos 43 minutos, Nuno Santos rematou, a bola desviou em Pedro Tiba e traiu Andrew, para o golo do empate em Alvalade.

Há semelhança da primeira parte, os leões entraram com toda a energia no segundo tempo e podiam ter marcado, aos 48 minutos, após remate de Marcus Edwards, mas Andrew faz uma grande defesa e evita a reviravolta no marcador, mas não por muito tempo...

Gyokeres voltou a ser a figura principal na equipa do Sporting quando aos 52 minutos, o avançado marca e carimba a cambalhota no marcador no Estádio de Alvalade. Mas, o sueco não estava feliz com apenas um golo, já que quatro minutos depois, surgiu o bis.

O resultado acabou por não mexer mais, mas, Gyokeres ainda teve a oportunidade de fazer um hat-trick, que só não chegou devido a 17 centímetros.

O Sporting venceu, por 3-1, o Gil Vicente que continua sem pontuar em jogos fora. Os gilistas seguem em 13.º lugar, com 11 pontos, apenas a um ponto da zona de despromoção.

Já os leões voltam a ter razões para sorrir, depois de voltarem à liderança isolada do campeonato. Mas, numa noite que podia ter sido praticamente perfeita para a equipa de Rúben Amorim, há dois momentos que trazem más notícias: a nova lesão de St. Juste e o amarelo a Coates que o obrigada a falhar o encontro da próxima jornada frente ao Vitória SC.

Momento-chave:

O autogolo de Pedro Tiba, após remate de Nuno Santos, acaba por ser o momento de viragem para a equipa do Sporting. Os leões conseguem ir para intervalo empatados a um golo e, isso permitiu à equipa de Rúben Amorim recolher 'mais descansada' aos balneários.

O Melhor:

Viktor Gyokeres foi um dos jogadores que mais criou oportunidades de golo para o Sporting durante a partida. Para além de ter apontado um 'bis' que deu a vitória aos verdes e brancos, o avançado sueco ainda teve dois golos anulados por fora de jogo e mais uma ou duas oportunidades que lhe podiam ter dado o hat-trick no jogo. No final do encontro, o camisola nove dos leões foi ovacionado pelos sportinguistas.

Em noite 'não':

Pedro Tiba acaba por fazer o autogolo que permite o empate do Sporting, após um desvio infeliz a um remate de Nuno Santos. Este acaba por ser o momento-chave do jogo, o que leva a que o médio português acabe por 'não ficar bem na fotografia' do jogo.

Reações:

"Campeonato vai ter ainda muita história". Amorim desvaloriza liderança e explica nova lesão de St. Juste

"Para quê existe o VAR?" Gilistas questionam validação do segundo golo do Sporting

Veja o resumo do encontro:

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.