Sporting e Benfica protagonizam, esta segunda-feira (21h30), o jogo ‘cabeça de cartaz’ da 16.ª jornada da I Liga, que pode relançar a luta pela liderança ou deitar por terra as aspirações dos ‘encarnados’, ainda que não matematicamente.

A equipa de Jorge Jesus chega a Alvalade depois de um triunfo por 3-0 na Taça de Portugal, diante do Belenenses SAD. No entanto, o registo das 'águias' no campeonato tem sido marcado por alguma instabilidade. Nas últimas quatro jornadas da I Liga, o Benfica somou apenas um triunfo (frente ao Tondela por 2-0) e três empates (Santa Clara, FC Porto e Nacional), o mais recente frente a uma equipa que vinha de quatro derrotas consecutivas.

Com o empate na Luz diante do Nacional (1-1), o Benfica (33 pontos) não só deixou que o FC Porto se isolasse no segundo lugar, com mais dois pontos (35), como ficou a seis do líder Sporting (39), que fechou a última ronda com um triunfo incontestável no Bessa.

Assim sendo, o dérbi desta segunda-feira assume proporções quase decisivas para os 'encarnados'. Em caso de triunfo, o Sporting cava um fosso de nove pontos para o rival, deixando-o numa situação frágil, embora matematicamente ainda passível de recuperação. Caso o dérbi termine com um triunfo benfiquista, a diferença ficará reduzida a três pontos e a luta pelo topo será relançada, face à proximidade do FC Porto, mas também do SC Braga (30 pontos).

A equipa de Rúben Amorim ainda não perdeu qualquer jogo para o campeonato (tem apenas três empates diante do FC Porto, Famalicão e Rio Ave), tem a melhor defesa da prova (apena nove golos sofridos até ao momento) e o segundo melhor ataque (33 golos), encabeçado por Pedro Gonçalves, que atravessa um excelente momento de forma. Na última jornada, disputada no Bessa, os 'leões' não deram hipótese ao lanterna-vermelha Boavista, com um triunfo por 2-0 com golos de Nuno Santos e Pedro Porro.

No lado do Sporting, o grande ausente do dérbi é João Palhinha. O médio viu o quinto amarelo no Bessa, decisão amplamente contestada pelos 'leões', e terá de cumprir um jogo de castigo.

Após 10 baixas com o Nacional, devido ao surto de COVID-19 que fustigou o plantel 'encarnado', Gilberto, Vertonghen, Grimaldo e Waldschmidt regressaram no jogo da Taça de Portugal, e Diogo Gonçalves, Otamendi, Nuno Tavares e Helton Leite também já estarão aptos para o dérbi. De fora, ficarão, certamente, Vlachodimos e Everton, os últimos jogadores testarem positivo ao novo coronavírus, bem como o treinador Jorge Jesus, que já esteve ausente do embate com os ‘azuis’- será João de Deus a orientar novamente a equipa.

Histórico de confrontos

O dérbi desta segunda-feira entre Sporting e Benfica será o 310.º, com os 'encarnados' a contabilizarem mais 26 vitórias do que os 'leões'. Num duelo com 65 empates, as 'águias' lideram com 135 triunfos, contra 109 dos sportinguistas, sendo que também mandam no que respeita aos golos, ao somarem mais meia centena – 523, com 27 de Eusébio, contra 470, incluindo 48 de Peyroteo.

O Benfica venceu ainda os últimos três dérbis com o Sporting, tendo só perdido uma vez nos últimos 12 jogos. A última vez que o Sporting festejou frente ao rival foi a 3 de abril de 2019, numa vitória por 1-0 no Estádio da Luz, na segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal.

Em Alvalade, o último triunfo do Sporting teve lugar em 2011/2012, com um golo de Ricky van Wolfswinkel a fixar o 1-0 final. Ou seja, há oito temporadas que o conjunto 'leonino' não sabe o que é vencer em casa contra o Benfica.

Na temporada transata, o Benfica de Bruno Lage bateu o Sporting de Silas por 2-0, com Rafa a saltar do banco aos 74 minutos e a bisar para os 'encarnados'.

O que dizem os treinadores

Na antevisão do dérbi frente ao Benfica, Rúben Amorim considera que nada vai ficar decidido depois do jogo, independentemente no resultado.

"Nada fica decidido amanhã, nem entrámos na segunda volta. Há muitos jogos e boas equipas. Ainda temos o exemplo do último adversário que defrontámos, o Boavista. Não tira o Benfica do título nem dá o título ao Sporting dará é mais confiança. São 3 pontos, embora seja um jogo especial. Não tira o Benfica da rota do título", afirmou.

O árbitro

Artur Soares Dias foi o árbitro nomeado para dirigir o clássico entre Sporting e Benfica. O juiz da AF Porto já dirigiu cinco dérbis lisboetas, todos para o campeonato e no Estádio José Alvalade, o último dos quais em 3 de fevereiro de 2019, quando o Benfica goleou o Sporting por 4-2.

No 19.º clássico que vai arbitrar, Soares Dias vai contar com Hugo Miguel, da associação de Lisboa, no videoárbitro (VAR).

O Sporting-Benfica, da 16.ª jornada da I Liga, está marcado para as 21h30 desta segunda-feira e pode ser acompanhado, ao minuto, no SAPO Desporto, com fotos e vídeos dos principais lances.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.