O Portimonense juntou-se, este domingo, ao Desportivo das Aves na despromoção, apesar de ter batido em casa o lanterna-vermelha (2-0), na 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa de futebol, que salvou Tondela e Vitória de Setúbal.

Depois de uma primeira parte sem golos, o Portimonense chegou à vantagem na etapa complementar, aos 62 minutos. Num pontapé de canto do lado esquerdo do ataque cobrado por Tabata, Willyan entrou de rompante na grande área e cabeceou para o fundo da baliza. Sheytanov não teve qualquer hipótese.

Com este resultado, o Portimonense ainda permanecia abaixo da linha de água, devido ao que acontecia nos outros jogos.

O Portimonense acabaria ainda por chegar ao segundo golo muito perto dos 90 minutos. Num pontapé de canto cobrado do lado direito do ataque, Dener saltou sozinho no coração da grande área e elevou a contagem para os algarvios.

Além da vitória “obrigatória” sobre o último classificado, os algarvios tinham também de aguardar que os adversários diretos pela manutenção - Vitória de Setúbal e Tondela - não vencessem Belenenses SAD e Moreirense, respetivamente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.