O Boavista excluiu, esta quarta-feira, a possibilidade de ir ao mercado em janeiro para reforçar a sua equipa de futebol profissional, a menos que se verifiquem saídas, considerando que "o plantel é suficiente" para os seus objetivos.

"Só se houver saídas é que pensaremos em entradas. Se não, o plantel é suficiente para aquilo que almejámos. Temos soluções para todas as posições e não estamos a pensar nisso, estamos a pensar fazer um campeonato com os jogadores que temos", disse o presidente 'axadrezado', Vítor Murta, à margem da inauguração da Vila Natal do clube.

O dirigente comentou ainda o alegado interesse em alguns jogadores boavisteiros. "Já houve propostas para Ackah, para Samu, para uma série de jogadores, mas os nossos jogadores não estão em saldo", afirmou.

O Boavista ocupa o nono posto da I Liga portuguesa de futebol e tem 18 pontos, com 13 jornadas disputadas, e o seu objetivo continua a ser a manutenção e "fazer um campeonato melhor do que o anterior", em que foi oitavo, com 44 pontos.

"Estamos a fazer um excelente campeonato e a crescer, temos melhores jogadores, um bom treinador e é isso que eu pretendo", resumiu Vítor Murta.

O dirigente respondeu também a uma questão sobre declarações do treinador do Sporting de Braga, Ricardo Sá Pinto, no sábado, após a derrota bracarense frente ao Desportivo das Aves, que caíram mal entre os responsáveis boavisteiros.

Sá Pinto disse que "era a terceira vez" que a sua equipa perdia com as equipas que não ganham a ninguém, como o Boavista, e Vítor Murta respondeu: "Sou presidente do Boavista e não vou responder a um funcionário do Braga. Já conhecemos o que valem as declarações dele."

A Vila Natal do Boavista é um espaço montado na praça existente diante do Estádios do Bessa, no Porto, que pretende juntar a família boavisteira. Tem uma árvore de natal, uma casa do Pai Natal, insufláveis, bancas de comidas e bebidas, das modalidades e das velhas guardas do clube e uma da Associação Lavrense de Apoio ao Diminuído Intelectual.

"O objetivo é juntarmos as pessoas. Andamos durante algum tempo um pouco perdidos, perdemos duas gerações de miúdos e o que nós estamos a fazer agora é vacinar outra vez as nossas crianças para ganharem amor pelo Boavista", explicou Vítor Murta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.