“O FC Porto tem vindo a demonstrar toda a sua qualidade, o que também não é agora, mas não há equipas 100 por cento”, disse à agência Lusa o médio brasileiro, revelando dificuldades em encontrar pontos fracos no líder invicto da Liga.

Bruno de Paula é claro: “No FC Porto é complicado encontrar defeitos, mas vamos acreditar que poderemos estar num dia feliz e que eles poderão sentir dificuldades de adaptação a um campo mais pequeno. Em todo o caso, é possível derrotarmos o FC Porto e acabarmos com a sua invencibilidade”.

O futebolista brasileiro, de 21 anos, mantém o discurso elogioso para falar do avançado ‘portista’ Walter, seu “amigo” e antigo colega no Internacional de Porto alegre.

“Joguei muito tempo com ele no Internacional (Porto Alegre). É um excelente jogador e o FC Porto não fica a perder na troca com o Falcão, jogador que tem cumprido com qualidade e só por isso ele tem jogado menos”, sublinhou, acrescentando tratar-se de “um jogador com uma qualidade enorme e de remate muito forte”.

O médio brasileiro, que só termina o contrato com o Paços de Ferreira no final da próxima época, reconheceu ainda à Lusa estar num nível exibicional mais próximo do que mostrou na última época, o que justificou com os atrasos no arranque da temporada devido a lesão.

“Estive um tempo parado devido à rotura muscular [na coxa direita] e isso prejudicou-me. A pré-temporada é essencial para qualquer atleta, e, devido à lesão, só tive duas semanas de trabalho. Mas fiz os últimos três jogos a titular, e estou a começar a ganhar ritmo e confiança”, concluiu, reiterando “total confiança” na permanência da equipa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.