Naquele ano de 1991, o Benfica foi às Antas jogar para o título. Quem ganhasse sagrava-se campeão nacional da época 1990/91. César Brito, com a camisola 15 nas costas, entrou aos 35 da segunda parte para substituir Pacheco. E essa foi a grande aposta de Eriksson, já que o avançado fez os dois tentos do triunfo encarnado em apenas 10 minutos e com isso veio o título.

«Eu recordo-me naquele célebre jogo de 1991 que foi muito difícil. Tratava-se de um jogo que decidia o título. Foi um clássico diferente. Fomos felizes nesse jogo com dois golos em 10 minutos», disse César Brito em SAPO Desporto, recordando que já naqueles tempos era difícil o ambiente na casa do rival.

«Nestes clássicos é sempre complicado. As pessoas estão mais nervosas, os nervos estão à flor da pele. Assobios e insultos, faz parte dos grandes jogos. O ambiente é terrível, mas depois de entrar em campo a concentração é total e esquecemos o resto».

 Na próxima sexta-feira o cenário vai ser outro. FC Porto e Benfica encontram-se à sexta jornada, em igualdade pontual, mas, para já, não é decisivo para o título, embora continue a ser emocionante.

«Por ser à sexta jornada, acho que vai ser um jogo muito igual. Até o Porto e o Benfica perderam pontos com equipas que vieram dos escalões inferiores. As equipas estão mais equilibradas. Com a saída do Falcao, o Porto baixou em termos ofensivos e Benfica fez três ou quatro contratações de grande nível. Penso que estão muito iguais», frisou o ex-avançado encarnado.

Ainda assim,  é a ‘velha’ prata de ambas as casas que poderá fazer a diferença. «O Hulk sem dúvida e por parte do Benfica o Cardozo, o matador. A qualquer momento pode aparecer e fazer um golo. São dois grandes jogadores.

Para além das contratações, César Brito acredita que o Benfica tem algo a mais que o FC Porto, neste momento, e que poderá fazer a diferença.

«O Jorge Jesus é mais experiente e trabalha há muito mais tempo. A nível de ideias e conceitos o Jorge Jesus é mais treinador», sublinhou.

O FC Porto recebe esta sexta-feira o Benfica, em jogo que abre a sexta jornada da Liga portuguesa. O encontro tem início às 20h15 e será dirigido por Jorge Sousa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.