Depois de Jorge Costa ter abandonado a formação de Coimbra, devido a problemas pessoais, José Guilherme é o senhor que se segue no comando técnico da Académica.

Aos 45 anos, José Guilherme assume, pela primeira vez, o cargo de treinador principal de um clube da primeira Liga. O novo elemento da "briosa" garante que este convite não surge tardiamente na sua carreira, pois foi uma opção sua não ascender mais cedo ao cargo de treinador principal.

“Há várias formas de chegar ao topo. Alguns treinadores querem solidificar a sua formação e foi isso que me aconteceu. Estive bastantes anos nos escalões de formação com esse intuito. Agora, a partir da altura em que estive como adjunto na equipa técnica da selecção nacional, achei que era o momento indicado para dar uma volta à minha carreira”.

Para José Guilherme ocupar este lugar “é um prazer e um orgulho enorme” devido à “grande tradição” e aos “grandes valores” que este clube transporta.

O novo treinador não se compromete com um determinado lugar na tabela classificativa, porém no que diz respeito a trabalho ninguém poderá duvidar da sua dedicação: “A Académica terá um treinador que irá pensar 24 horas por dia no clube e mesmo a dormir, irá sonhar algumas vezes com a Académica (…) Nós (equipa técnica) vamos dar tudo que o temos e sabemos à Académica”.

A equipa de Coimbra encontra-se no nono posto da primeira Liga e ainda marca presença na Taça de Portugal. 

Esta tarde, a partir das 15 horas, José Guilherme irá orientar o primeiro treino da “briosa” na Academia Dolce Vita, que decorrerá à porta aberta.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.