Uma parte de fogo e uma parte de gelo. O Sporting foi capaz de colocar velocidade e rapidez na partida como de congelar completamente o jogo na vitória sobre o Arouca por 2-1.

A equipa de Aveiro até começou a vencer, com um golo de Mateus, mas dois tentos, em dois minutos, de Alan Ruiz e de Bruno César acabaram por dar a vitória aos ‘leões’, mantendo uma série de seis vitórias em sete jogos. Com este resultado, o Sporting aproveitou o empate entre o Benfica e FC Porto, no Clássico, para aproximar-se dos rivais.


O jogo:


Jorge Jesus apostou em (quase) toda a equipa que tinha jogado com o Nacional na jornada passada com uma única excepção: Bruno César substituiu Matheus Pereira. E acabou mesmo por ser decisivo.


O Sporting entrou no jogo disposto a ganhar, e começou a dominar o encontro, tentando aproveitar o facto de ser o primeiro jogo de Jorge Leitão ao comando dos ‘arouquenses’ (terceiro treinador da época) e de estar numa série de sete jogos sem vencer.


No entanto, e apesar das arrancadas de Gelson Martins, das constantes movimentações de Alan Ruiz ou da organização de jogo de Bryan Ruiz, seria mesmo o Arouca a despejar o balde de água fria, depois de Vítor Costa servir Mateus, que fez o primeiro do encontro.


Mas o tento apontado pelo avançado angolano não entorpeceu o ‘leão’, que procurou virar o resultado o mais rápido possível. E mais rápido foi mesmo difícil. Bastaram dois minutos (sim, dois minutos) para que o Sporting conseguisse colocar o marcador a seu favor. Primeiro, por Alan Ruiz, numa jogada individual muito bem conseguida e depois Bruno César, que aproveitou um passe de Zeegelar para marcar aquele que viria a ser o golo da vitória e confirmando a aposta que Jesus fez ao escolhê-lo para a equipa titular.


E se o Sporting foi fogo nos últimos 30 minutos da primeira parte, a segunda parte mostrou uma equipa gélida. Porque a segunda metade do encontro não teve o interesse que todos esperavam, depois dos golos relâmpago marcados no primeiro tempo. Os ‘verdes e brancos’ baixaram o ritmo do jogo e controlaram a partida. E Jesus ajudou à festa, quando aos 69 minutos, tirou Alan Ruiz para colocar Palhinha, preferindo reforçar o meio campo do que continuar a apostar no ataque.


O Arouca até tentou reagir até final, mas o ritmo gélido e o controlo de bola do Sporting não permitiu qualquer tipo de mossa ao resultado que não mudou durante toda a segunda parte.


O momento:


Golo de Alan Ruiz: A jogada individual do argentino acabou no primeiro golo do Sporting, abrindo caminho para, apenas dois minutos depois, outro sul-americano conseguir virar o resultado. Pode-se dizer que Ruiz encontrou o mapa para que Bruno César descobrisse o tesouro da vitória.

Os melhores:


Alan Ruiz: Está encontrado o segundo avançado tão procurado por Jorge Jesus. O avançado argentino tem respondido muito bem sempre que tem sido chamado e leva já cinco golos marcados nas últimas sete partidas. As suas movimentações a vir atrás buscar bola ajudam a organizar o jogo do Sporting, que consegue aproveitar os seus passes para as subidas dos extremos como Gelson Martins e Bruno César


Bruno César: Foi o autor do golo da vitória. O extremo brasileiro pode não ser o jogador mais rápido do mundo mas decide bem e consegue fazer a diferença com o seu pé esquerdo. Desta vez aproveitou um passe de Zeegelar para fazer mais um golo e dizer a Jorge Jesus que é uma boa opção para os restantes sete jogos que faltam para o final do campeonato.


O pior:


Segunda parte do jogo: A segunda metade do encontro foi um dos motivos de menor interesse do jogo. A forma como o Sporting baixou o ritmo e as linhas da sua equipa, “adormecendo” o encontro, levou a que a segunda metade fosse muito segura por parte dos ‘leões’ mas muito lenta e sem grandes oportunidades para ambas as equipas. A falta de argumentos do Arouca para conseguir contrariar o gelo do clube de Alvalade também não permitiu um encontro mais interessante na segunda parte da partida.

Reações:

Bruno César: "Vamos pensar jogo a jogo e não nos rivais"


Jorge Jesus: "Não fiquei satisfeito com a nossa 2ª parte"


Adjunto Arouca: "O nosso campeonato vai começar agora"


Artur: "Demos uma boa resposta frente a um dos grandes"


Curiosidades:


- Foi a 4.ª vitória do Sporting esta época com reviravolta no marcador:
Arouca [F 1-2]
Moreirense [F 2-3]
Praiense [C 5-1]
FC Porto [C 2-1]

- Sporting em 2 jornadas consecutivas ganha pontos a Benfica (-8) e FC Porto (-7), no total, reduziu a distância em quatro pontos para ambas as equipas.

- Mais assistências com Jorge Jesus no Sporting (desde 2015):

19 – Bryan Ruíz

12 - Gelson Martins

11 - João Mário

10 - Adrien Silva

6 - Carlos Mané

- Ao fim de 5 jogos frente ao FC Arouca, o Sporting chega ao intervalo em vantagem pela 1.ª vez; no final dos encontros venceu sempre (4 vitórias)

- Sebastián Coates chega aos 50 jogos com a camisola do Sporting e iguala o peruano Juan Seminário