João Carlos Pereira foi o último técnico a sofrer a "chicotada psicológica", abandonando o Belenenses depois da derrota de domingo em Leiria (1-0), com o clube do Restelo a totalizar uma série "negra" de 12 jogos sem triunfos (seis derrotas e outros tantos empares).

No entanto, entre as 12 mudanças uma delas continua a ser provisória, em virtude da recuperação de Manuel Machado, que continua internado numa unidade hospitalar da Madeira devido a complicações originadas por uma intervenção cirúrgica realizada no Porto.

Depois do adjunto José Augusto ter tomado conta da equipa entre a 10.ª e a 12.ª jornada, Predrag Jokanovic foi o escolhido para orientar os madeirenses até à recuperação definitiva de Manuel Machado.

Numa comparação com as cinco principais ligas europeias, o cenário italiano é semelhante aos números portugueses, com 10 "chicotadas" nas 17 primeiras jornadas e a particularidade do Siena, que continua a segurar na "lanterna vermelha", já ter mudado duas vezes de treinador.

Marco Giampolo iniciou a temporada e resistiu até à décima jornada, sendo substituído por Marco Baroni, demitido depois da eliminação da Taça de Itália frente ao Novara (do terceiro escalão italiano).

Alberto Malesani orienta a equipa desde a 14.ª jornada e já conseguiu o dobro de vitórias (duas em quatro jogos) que a dupla Giampolo/Baroni, mas ainda não saiu do 20.º e último lugar, a quatro pontos da manutenção.

Tal como sucedeu em Portugal com Manuel Cajuda (substituído por Nelo Vingada ainda antes do arranque do campeonato), também Jorn Andersen foi demitido do Mainz a cerca de uma semana do início da Bundesliga, após a inesperada eliminação na ronda inaugural da Taça da Liga, frente ao Lubeck (1-2), do quarto escalão germânico.

Ao todo, a liga alemã de 2009/2010 já registou seis "chicotadas", a última delas na 17.ª e última jornada da primeira volta. Michael Oening saiu do comando técnico do Nuremberga e deu o lugar a Dieter Hecking, técnico que tinha sido demitido logo à segunda ronda pelo Hannover.

Enquanto em Espanha houve apenas quatro mudanças de treinadores, a primeira delas com a entrada do ex-treinador do Benfica Quique Flores para o lugar de Abel Resino, no Atlético de Madrid, Inglaterra e França têm-se revelado bem mais moderados, com duas "chicotadas" cada.

Em França, o português Paulo Duarte, que repartia as funções de treinador do Le Mans com as de seleccionador do Burkina Faso, não resistiu à derrota por 2-1 em Montpellier (série de oito jogos sem ganhar), na 16.ª jornada, e foi substituído pelo adjunto Arnaud Cormier.

Do outro lado do Atlântico, o Brasileirão, que este ano consagrou o histórico Flamengo como campeão, 17 anos depois do último troféu, continua a ser fértil em "danças de treinadores", com o "samba" de 2009 a originar 25 "chicotadas", menos duas que a edição de 2008.

Entre os 20 clubes que disputaram este campeonato, apenas quatro mantiveram-se fiéis ao técnico que iniciou a temporada: Avaí, Atlético Mineiro, Corinthians e Goias.

Do outro lado das estatísticas estiveram o Fluminense, que ficou um ponto acima da linha de despromoção, e o Sport Refice, que terminou no 20.º e último lugar.

Alexi Stival "Cuca" conseguiu manter o histórico clube carioca no primeiro escalão, mas antes sentaram-se no banco dos tricolores outros três treinadores: Renato Gaúcho, Carlos Alberto Parreira e Vinícius Eutrópito.

Quanto ao Sport Recife, o quarteto formado por Nelsinho Baptista, que iniciou a temporada, Emerson Leão, Péricles Chamusca e Levi Gomes, o "comandante" que se afundou com o "navio" pernambucano.

Alterações de técnicos em 2009/2010 em Portugal e nas cinco principais ligas europeias:

-- PORTUGAL

Jor. Clube             Sai                       Entra

 a)  Vitória Guimarães Manuel Cajuda            Nelo Vingada

 4.ª Vitória Setúbal   Carlos Azenha     Joaquim Serafim "Quim" b)

     Naval 1.º Maio    Ulisses Morais          Augusto Inácio

 6.ª Marítimo          Carlos Carvalhal      Mitchell van der Gaag

 7.ª Académica         Rogério Gonçalves       André Villas-Boas

     Vitória Guimarães Nelo Vingada             Paulo Sérgio

     Paços Ferreira    Paulo Sérgio            Ulisses Morais

     União de Leiria   Manuel Fernandes         Lito Vidigal

     Vitória Setúbal   Joaquim Serafim "Quim" b) Manuel Fernandes

 9.ª Sporting          Paulo Bento               Leonel Pontes b)

10.ª Sporting          Leonel Pontes a)          Carlos Carvalhal

     Nacional          Manuel Machado            José Augusto c)

13.ª Nacional          José Augusto           Predrag Jokanovic c)

14.ª Belenenses        João Carlos Pereira       A definir

a) - Manuel Cajuda foi demitido já depois do início da época mas ainda antes do arranque do campeonato.

b) - Técnicos interinos.

c) - Por motivos de saúde que impedem Manuel Machado de exercer o cargo, José Augusto, seu adjunto, orientou a equipa do Nacional entre a 11.ª e 13.ª jornadas, e Predrag Jokanovic assumiu o comando à 14.ª, até ao regresso de Manuel Machado.

-- ESPANHA

Jor. Clube             Sai                       Entra

 7.ª Atlético Madrid   Abel Resino             Quique Flores

10.ª Racing Santander  Juan Carlos Mandia    Miguel Angel Portugal

14.ª Saragoça          Marcelino G. Toral        Jose Aurelio Gay

15.ª Almeria         Hugo Sanchez               A definir

-- INGLATERRA

Jor. Clube             Sai                       Entra

13.ª Portsmouth          Joe Hart                 Avram Grant

18.ª Manchester City  Mark Hughes            Roberto Mancini

-- ALEMANHA

Jor. Clube             Sai                       Entra

  a) Mainz               Jorn Andersen            Thomas Tuchel

 2.ª Hannover        Dieter Hecking              Andreas Bergman

 6.ª Bochum             Marcel Koller            Heiko Herrlich

 7.ª Hertha Berlim   Lucien Favre          Friedhelm Funkel

15.ª Estugarda     Markus Babbel           Christian Gross

17.ª Nuremberga         Michael Oening           Dieter Hecking

a) Jorn Andersen foi demitido já com a época em curso mas ainda antes de começar o campeonato.

-- ITÁLIA

Jor. Clube             Sai                       Entra

 2.ª AS Roma        Lucialo Spalletti        Cláudio Ranieri

 4.ª Atalanta       Angelo Gregucci          Antonio Conte

 7.ª Nápoles        Roberto Donadoni         Walter Mazzarri

 8.ª Livorno        Vittorio Russo           Serse Cosmi

10.ª Bolonha        Giuseppe Papadopulo      Franco Colomba

     Siena            Marco Giampaolo        Marco Baroni

13.ª Palermo        Walter Zenga             Delio Rossi

     Siena               Marco Baroni             Alberto Malesani

15.ª Catania        Gianluca Atzori          Sinisa Mihajlovic

16.ª Udinese          Pasquale Marino        Gianni De Biasi     

-- FRANÇA

Jor. Clube             Sai                       Entra

16.ª Le Mans        Paulo Duarte             Arnaud Cormier

17.ª Saint-Etienne  Alain Perrin             Christophe Galtier

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.