O presidente do Paços de Ferreira afirmou, a meio da semana, que o FC Porto iria deixar cair o recorde de vitória no encontro da 14ª jornada, com o Paços de Ferreira, na Mata Real.

“Vão perder! Já bateram todos os recordes que tinham para bater, se não nem daqui a dez anos superam esta série. Devíamos ter 18 pontos e uma vitória sobre o FC Porto reporia a justiça na classificação”, disse Carlos Babosa.

André Villas-Boas, em conferência de imprensa de antevisão do encontro com os castores respondeu: “Está criado o ambiente ideal à volta do jogo. Em jeito de brincadeira agradeço as palavras do presidente do Paços mas queremos vencer este jogo. E continuaremos em primeiro com uma margem boa. Não estivemos distraídos a fazer compras de Natal esta semana”, disse Villas-Boas.

Mas o técnico do FC Porto foi mais longe quando atacou o presidente apelando para que este estivesse mais preocupado com a sua equipa do que os seus adversários.

”Este jogo é muito importante para nós para cumprir os nossos objectivos internos. Para o Paços o objectivo deveria ser a manutenção mas parece que o mais importante para eles é roubar-nos pontos em prol do interesse de outros clubes”, atirou André Villas-Boas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.