Georges Leekens, selecionador da Argélia, falou ao jornal O Jogo sobre a nova ascenção de Yacine Brahimi e recordou o conselho que transmitiu ao jogador quando este não jogava de forma regular no FC Porto.

"Antes, quando não jogava muito no FC Porto, ele hesitava um pouco. Depois que começou a jogar, voltou a ser aquele Brahimi que os adeptos do FC Porto e da seleção da Argélia gostam. Fiquei muito satisfeito por ver que ele soube aproveitar a oportunidade que o Nuno lhe deu", salientou.

"[Quando Brahimi não jogava no FC Porto] disse-lhe para não ficar furioso e para não fazer daquelas coisas das quais se pudesse arrepender; coisas estúpidas", recordou. "Para continuar a ser positivo, a ser profissional e para dar tudo nos treinos, porque a oportunidade dele acabaria por chegar. E chegou. Mas não caiu do céu. De certeza que foi porque trabalhou".

Brahimi, recorde-se, irá representar a seleção da Argélia na CAN, durante o mês de janeiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.