O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou esta terça-feira a suspensão de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, e Paulo Sérgio, técnico do Portimonense, na sequência do desentendimento entre ambos na partida da 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O timoneiro dos dragões foi suspenso por dez dias e multado em 7.650 euros. Já o treinador dos algarvios recebe uma suspensão de três dias e uma multa de 765 euros.

Os futebolistas Beto e Maurício, do Portimonense, e Marchesín, do FC Porto, foram multados pelos mesmos incidentes.

Em causa está uma discussão entre os dois técnicos, em março, no jogo que colocou frente a frente o FC Porto e o Portimonense.

O desentendimento começou quando quando Anzai fez falta sobre Otávio. "Oh, Rui [Costa]! Onde é que isto é falta? Não é falta em lado nenhum!", protestou Paulo Sérgio.

Sérgio Conceição intrometeu-se na conversa: "Agora queres mandar nos árbitros? Tens a mania que mandas nesta m... toda. És um palhaço!", atirou, em direção a Paulo Sérgio. O técnico do Portimonense não se ficou.

"Estás a falar comigo? Olha que eu não sou igual aos outros, tu comigo falas baixinho, pianinho, eu não sou como os outros com quem fazes o que queres", disse.

"Falo contigo como eu quiser, c...!", rematou Conceição. "Oh anão do c...! Comigo baixas a bolinha, ouviste?", respondeu o treinador do Portimonense. Na altura o quarto árbitro chamou o juiz Rui Costa que mostrou amarelo aos dois.

Na sequência da falta, Sérgio Oliveira atirou ao poste, a bola bateu nas costas do guarda-redes Samuel Portugal e entrou na baliza dos algarvios.

Sérgio Conceição aproveitou o momento que era de festa no banco portista para voltar à discussão com Paulo Sérgio.

"Fala agora, c..., fala agora, c.... Chupa!", gritou em direção a Paulo Sérgio, que lhe respondeu de pronto: "Oh anão do c..., não falas assim para mim, já te avisei!"

A discussão, muito feia, levou à intervenção do árbitro Rui Costa, que mostrou vermelho aos dois, expulsando-os dos respetivos bancos. A confusão continuou no túnel de acesso aos balneários e levou a intervenção de alguns jogadores do FC Porto, como Marchesin, Sérgio Oliveira e Marega, que tentavam acalmar Sérgio Conceição.

No final do encontro, tanto Paulo Sérgio como Sérgio Conceição admitiram que não estiveram bem.

"Quero pedir desculpa aos meus jogadores, pedir desculpa em geral, foi a primeira vez na minha carreira que fui expulso e acho que isso diz tudo", disse o técnico do Portimonense.

Conceição lamentou o sucedido, frisando que "são coisas que se passam dentro de campo"

"São coisas de quem vive de forma apaixonada, lá está às vezes exagerada, da nossa parte. Nada de especial, o que acontece ali fica ali. Lamento a situação, obviamente, mas são coisas que se passam dentro de campo. Com público aconteciam exatamente as mesas coisas", explicou o técnico portista.

Marchesín, guarda-redes do FC Porto, também foi multado em 383 euros devido aos "factos ocorridos após a expulsão de ambos os treinadores". Já Maurício e Beto, jogadores do Portimonense, multados em 153 euros. Em causa estão "empurrões e ofensas mútuas […] na entrada e no interior do túnel de acesso aos balneários", na sequência das expulsões dos dois treinadores.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.