Foi há pouco mais de um ano que Benfica e Sporting se defrontaram em Alvalade, no fecho da primeira volta da I Liga 2019/20. Duas equipas a viver ambientes distintos e com outros treinadores: o imparável Benfica de Bruno Lage à procura de dois recordes e o Sporting de Silas em situação difícil. O Sporting recebia o rival já a 16 pontos da liderança e tentava vencer para não perder o 'comboio' do… terceiro lugar. A luta com o Famalicão, e depois com Braga, estava renhida.

As melhores imagens do Sporting-Benfica, de 2019/20

Nesse dia 17 de janeiro de 2020, ainda com público nas bancadas, Bruno Lage foi ao banco 'buscar' a vitória, num encontro onde o Benfica foi melhor.

O Sporting entrou com: Maximiano, Acuña, Mathieu, Ilori, Ristovski, Bruno Fernandes, Doumia, Wendel, Bolasie, Luiz Phellype e Rafael Camacho. No banco estavam Diogo Sousa, Eduardo, Luís Neto, Battaglia, Plata, Borja e Pedro Mendes.

Do onze do Sporting neste jogo, não há qualquer jogador na atual equipa de Rúben Amorim. Maximiano é o único habitualmente convocado, ele que é suplente de Adan. Neto, que estava no banco, ganhou protagonismo com o novo técnico. Dos que entraram na ficha de jogo, só Borja, Max e Neto ainda contam para o atual técnico do Sporting. Na altura, Coates estava castigado.

Já o Benfica alinhou com Odysseas, André Almeida, Rúben Dias, Ferro, Grimaldo, Pizzi, Weigl, Garbiel, Cervi, Chiquinho e Vinícius. Como opções no banco, Bruno Lage tinha Zlobin, Seferovic, Samaris, Rafa, Jardel, Taarabt e Tomás Tavares. Neste onze só restam Odysseas, Grimaldo, Pizzi, e Weigl como opções habituais de Jorge Jesus. Taarabt, que estava no banco, também é dos mais utilizados pelo atual treinador do Benfica, tal como Rafa e Seferovic. André Almeida, atualmente lesionado, também entra nas contas de JJ.

O jogo ficou marcado por cenas lamentáveis protagonizadas por alguns adeptos do Sporting ligados às claques. Tal como no jogo com o FC Porto, da 15.ª jornada, estiveram 45 minutos em silêncio mas assim que a bola rolou no segundo tempo, atiraram várias tochas para o relvado, na zona da baliza defendida por Maximiano. O jogo esteve interrompido durante alguns minutos já que os adeptos não paravam de petardos, tochas e potes de fumo. Os restantes adeptos do Sporting responderam com uma monumental assobiadela contra estes atos.

VÍDEO: Assim foi o Sporting-Benfica de 2019/20

Rafa foi lançado por Bruno Lage, no melhor período do Sporting no jogo e, seis minutos depois, marcou, aos 80 minutos. Viria a bisar aos 99 minutos (o jogo teve 10 minutos de compensação no segundo tempo) e dar mais três pontos ao Benfica

Bruno Lage chegava às 17 vitórias seguidas fora de casa na Primeira Liga, algo nunca alcançado em Portugal, e conseguia também a melhor primeira volta de sempre da prova com 18 equipas. O Sporting ficou a uns impensáveis 19 pontos da liderança em apenas 17 jornadas.

No final do encontro, Silas pediu reforços e deu Bruno Fernandes como 'perdido' para Inglaterra, já que o médio viria a reforçar o Manchester United.

Já o presidente do Benfica desvalorizava os sete pontos de vantagem para o FC Porto: "Não pensem que isto são favas contadas. Nada está ganho. Ainda o ano passado tínhamos sete pontos de atraso, recuperámos e fomos campeões. Queremos ser campeões, mas para o ser temos de fazer o caminho que temos vindo a fazer, jogo a jogo e treino a treino", atirou. E tinha razão: tudo mudou com a pandemia de COVID-19 e o Benfica perdeu o campeonato para o FC Porto.

Agora a história é diferente. É o Sporting quem está melhor e chega a este dérbi como líder invicto da Primeira Liga, com 39 pontos, mais quatro que o FC Porto e mais seis que o Benfica, isto depois de ganhar a Taça da Liga. Se vencer, estende a vantagem para nove em relação ao rival da Segunda Circular. A pressão está do lado do Benfica.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.