O treinador do Beira-Mar, Ulisses Morais, admite evolução e crescimento no Sporting, mas perspetiva um cenário de vitória no jogo com os “leões”, que abre na sexta-feira da 15.ª jornada da I Liga de futebol.

«Reconheço competência no professor (Jesualdo Ferreira), não só porque tenho simpatia por ele, apreço e amizade, mas porque as duas vitórias consecutivas também fazem prenunciar a evolução e o crescimento» disse, em conferência de imprensa.

Apesar de admitir dificuldades, Ulisses garantiu que «as equipas trabalham sempre para ganhar» e que foi «nesse cenário» que o Beira desenvolveu o seu trabalho e construiu a comunicação «em relação, não só à estratégia, mas ao que quer desenvolver no jogo».

«Não foi nunca com cenário limitado que preparámos o encontro, porque se queremos alcançar 100, nunca pensamos em 50», frisou o treinador aveirense, que ressalvou «a instituição, o clube em si e o plantel do Sporting, que foi constituído com grande valia».

Ulisses ressalvou o «conjunto grande de possibilidades» que a formação "leonina" tem e que «enriquecem o plantel», pelo que elogiou e enalteceu a «qualidade e competência» na equipa adversária.

Em relação à última partida do Beira-Mar, em que perdeu 1-0 frente ao Estoril, o técnico "auri-negro" sublinhou: «Nunca trabalhamos para perder, nem estamos completamente preparados para a derrota, mas a verdade é que, ela acontecendo, é importante perceber o que correu mal».

Ulisses Morais considerou que é crucial que fique «tudo esclarecido em relação à derrota para que não se crie nenhuma dependência para o jogo seguinte», garantindo que «a equipa está completamente esclarecida» e o Beira-Mar «não perdeu mais do que três pontos».

«Queremos continuar no mesmo caminho, no mesmo estado, na mesma segurança, com a mesma confiança e certeza do que somos e do que valemos, do que queremos e vamos fazer", ressalvou, lembrando "algumas condicionantes de ordem física, que podem limitar as opções de jogo".

O técnico não esclareceu quais os jogadores em dúvida para a deslocação a Alvalade, mas é certo que não conta com Joãozinho (a cumprir castigo após ter visto cartão vermelho no último jogo) e com o recém-contratado Tonel, que ainda não se apresenta na melhor forma.

O Beira-Mar, 11.º classificado, com 14 pontos, defronta o Sporting, oitavo com 15, num encontro agendado para as 20h00 de sexta-feira, no Estádio José Alvalade e que vai ser apitado pelo bracarense Cosme Machado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.