O Estoril-Praia, que luta por um lugar que dê acesso à Liga Europa, tem a difícil tarefa de "travar" a euforia encarnada, com a iminência da conquista do título e da presença na final da Liga Europa.

«Para nós é um jogo especial porque somos uma equipa que subimos da II Liga e este é um jogo com um grande, como gostamos. São jogos de decisão mas para nós é mais um jogo. Estamos numa luta, da Europa, que não era nossa mas ainda bem que estamos nessa luta e vamos à Luz para lutar pelos três pontos», disse, este sábado, o médio do Estoril, na tenda VIP do Portugal Open, em Oeiras.

«Sabemos que vai ser muito difícil mas vamos tentar fazer o nosso jogo», acrescentou.

O treinador do FC Porto Vítor Pereira não acredita numa vitória dos "canarinhos" do Estoril no Estádio da Luz, e Gonçalo Santos diz que a história  não é bem assim.

«Nós vamos a todos os campos para disputar os três pontos e é isso que vamos fazer com o Benfica. Não nos vamos colocar a defender o jogo todo. Se quisermos fazer alguma coisa, temos de marcar um golo porque o Benfica marcou sempre no campeonato», referiu.

Com a presença do Benfica na final de Amesterdão do próximo 15 de maio na final da Liga Europa, os adeptos encarnados estão embalados e com "sede" de conquistas e o jogador do Estoril está consciente da força do 12.º jogador.

«Os adeptos pensam assim, mas os jogadores e equipa técnica não. Mas se pensarem assim melhor para nós. Estamos concentrados e confiantes para aquilo que temos de fazer», afirmou.

O nome de Gonçalo Santos já foi associado pela imprensa nacional ao Benfica mas o médio preferiu realçar a confiança que o treinador Marco Silva tem depositado nele. Contudo: «É sempre bom ver o meu nome associado a clubes grandes». 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.