Ulisses Morais foi este sábado apresentado como novo treinador do Desportivo das Aves, da II Liga de futebol, tendo assinado contrato válido por duas temporadas, sucedendo no cargo a Abel Xavier, demitido na sexta-feira.

Sem treinar há quase três temporadas, Ulisses Morais, de 55 anos, treinou pela última vez o Beira-Mar e regressa à profissão, no seu vigésimo ano como treinador para, "com toda a confiança e motivação", dar seguimento aos anseios da SAD.

"A classificação não é a melhor [23.º e penúltimo lugar], mas conheço 70 ou 80 por cento dos jogadores que estão no plantel", revelou o treinador, que, questionado sobre se iria procurar reforçar a equipa entre os futebolistas desempregados, descartou essa possibilidade.

"O fundamental é um treinador trabalhar as suas ideias com os jogadores que tem. Não me parece, por isso, adequado desde já, reforçar o plantel", refletiu o treinador.

Mostrando ambição para não só fazer a equipa subir na classificação como, também, "poder pensar, daqui a umas semanas, em mais altos voos", Ulisses Morais quer ser parte do projeto da SAD de "rentabilizar no topo" do futebol português as ideias da administração.

O treinador, que hoje de manhã assistiu ao jogo treino do Aves com o Sporting de Braga (1-1), vai ter como adjuntos Rui Rodrigues e Neca Gomes, transitando Daniel Castro e Franco do elenco técnico anterior, podendo ainda chegar mais um elemento.

O presidente da SAD, Luís Andrade, congratulou-se pela chegada do novo treinador numa escolha que revelou ter sido "muito pensada" a fim de "pode trabalhar para garantir a sustentabilidade nos próximos dois anos".

O Aves desloca-se na sexta jornada a Olhão em busca da primeira vitória na II Liga de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.