A seleção portuguesa de futebol concentrou-se hoje numa unidade hoteleira de Cascais, com Pizzi a ser a primeira baixa, devido a lesão, e André Silva a falhar a hora limite devido a problemas na viagem para Lisboa.

O avançado, que viaja de Milão para Lisboa, foi mesmo o único dos 24 convocados do selecionador Fernando Santos que não se apresentou, mas ainda é esperado que chegue durante a madrugada e que esteja à disposição do treinador luso no treino de terça-feira, na Cidade do Futebol.

Pizzi também marcou presença em Cascais, mas o médio do Benfica acabou por ser dispensado depois do departamento médico da Federação Portuguesa de Futebol ter considerado que o jogador está inapto para o encontro com as Ilhas da Faroé, na quinta-feira, e com a Hungria, em 3 de setembro, em Budapeste.

Ambos contam para o grupo B da fase de qualificação para o Mundial2018, que vai decorrer na Rússia.

Com a indisponibilidade de Pizzi, Fernando Santos optou por chamar Bruno Fernandes, médio do Sporting, que vai trabalhar pela primeira com a seleção principal.

O internacional sub-21 já integrou a concentração e vai estar às ordens do selecionador nacional no apronto de terça-feira, que está agendado para as 10:30.

Adrien, que no domingo falhou o jogo do Sporting na I Liga devido a uma fratura na costela, juntou-se à seleção portuguesa e, para já, vai manter-se à disposição de Fernando Santos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.