Ao vencer na Luz a Suíça por 2-0, Portugal garantiu lugar numa 10.ª fase final consecutiva de uma grande competição, estatuto que comparte com Alemanha, Espanha e França. A Itália precisa de passar o ‘play-off’ para continuar no ‘grupo’.

Fernando Santos entrará na Rússia como o treinador que alcançou quatro finais consecutivas. O ‘engenheiro’ conseguiu colocar a seleção grega no Europeu de 2012 e Mundial de 2014. Já com as cores lusas, Santos deu um título inédito de campeão europeu em 2016 e, agora, no Mundial2018.

A seleção portuguesa de futebol garantiu uma 10.ª presença consecutiva na fase final de uma grande competição, um perfeito ’10 e 10’ que contrasta com apenas quatro participações nas primeiras 26 edições de Europeus e Mundiais.

O atual selecionador português é o português a conseguir este feito, ainda assim, houve outros dois técnicos que estiveram em duas, como é o caso de Paulo Bento e António Oliveira, ambos ao comando da seleção portuguesa em Europeus e Mundiais. Oliveira chegou aos quartos de final em 1996 e Paulo Bento levou a equipa das quinas às meias-finais em 2012.

Com a qualificação do Irão para o Mundial de 2018, Carlos Queiroz soma o seu terceiro Mundial consecutivo. Em 2010, levou Portugal até à África do Sul, mas sucumbiu perante a Espanha nos oitavos de final. Em 2014, já ao serviço do Irão, foi travado pela Argentina.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.