O treinador do Marítimo, Leonel Pontes, lamentou hoje a saída do seu antigo chefe na seleção portuguesa de futebol, enviando também um "abraço solidário" a Paulo Bento, com quem trabalhou durante vários anos.

Sem se alongar muito sobre o assunto, o treinador madeirense fez a abordagem durante a conferência de imprensa que serviu para projetar o jogo de domingo, frente ao Penafiel, da quarta jornada da I Liga.

"Quero enviar um grande abraço de solidariedade ao Paulo, uma vez que trabalhámos juntos durante vários anos. É um grande treinador e não esperava este desfecho", observou Leonel Pontes.

Leonel Pontes deixou o cargo de adjunto do ex-seleccionador nacional após o Mundial2014, por ter recebido o convite do Marítimo para treinar a sua equipa principal na I Liga de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.