Portugal e Suíça enfrentam-se esta terça-feira no Estádio da Luz no culminar de uma qualificação para o Campeonato do Mundo onde ambas as equipas estiveram em destaque no grupo B. Separadas por apenas três pontos na jornada decisiva, é uma autêntica final, como tem vindo a defender Fernando Santos, onde quem vencer garante passagem direta para a fase de grupos da prova que se vai disputar na Rússia no próximo ano.

Enquanto Portugal está obrigado a vencer para garantir o primeiro posto, um empate é suficiente para que os helvéticos assegurem o ‘bilhete’ para o Mundial na Rússia. Neste jogo de nervos que se prevê escaldante, ambos os selecionadores garantiram que vai haver jogo para conquistar o triunfo de ambos os lados.

Ambas as seleções chegam à partida no relvado do Estádio da Luz em grandes momentos de forma. Portugal chega ao encontro decisivo com oito triunfos seguidos na qualificação para o Campeonato do Mundo. Para trás ficou o desaire na primeira jornada frente à Suíça que deu arranque a esta fase de qualificação. Em Basileia, a seleção nacional perdeu o primeiro encontro pós-conquista do Europeu 2016 por 2-0. Embolo e Mehemedi definiram o resultado ainda na primeira parte.

Após o mau resultado em território helvético, Portugal partiu rumo à conquista somando triunfo atrás de triunfo. A segunda jornada viu uma goleada, no Estádio Municipal de Aveiro, por 6-0 frente a Andorra. Ronaldo assinou um ‘póquer’ enquanto João Cancelo e André Silva também fizeram o gosto ao pé.

Na terceira jornada, novo resultado com uma diferença de seis golos. Frente às Ilhas Faroé, André Silva foi o homem do jogo ao marcar três golos. Ronaldo, João Moutinho e João Cancelo também assinaram a folha dos marcadores.

Na quarta ronda, Portugal somou mais três pontos após bater a Letónia por 4-1. Ronaldo colocou a formação lusa em vantagem, Zjuzins igualou, mas a seleção nacional voltou a chegar-se à frente do marcador. Ronaldo fez novo golo, William e Bruno Alves fecharam o resultado.  A fechar a primeira volta, Portugal venceu a Hungria, em casa, por 3-0. André Silva e Ronaldo (2x golos) voltaram a faturar para fixar o resultado frente a um dos oponentes mais complicados.

Segunda volta das 'finais' e com menos golos

Na segunda volta da qualificação para o Campeonato do Mundo, Portugal entrou na fase das finais, uma vez que Fernando Santos vaticinou um embate decisivo contra a Suíça quer envolveria vencer todos os jogos para garantir o apuramento. O selecionador não se enganou e os encontros da segunda volta foram mais complicados para Portugal.

No arranque, Portugal venceu a Letónia por 3-0 com mais dois golos de Ronaldo e um de André Silva. Ao embate em Riga somou-se a goleada sobre as Ilhas Faroé por 5-1 num encontro onde Ronaldo (quem mais?) assinou um ‘hat-trick’. Nélson Oliveira e William também marcaram.

Fernando Santos: “É bom sinal ter o melhor do mundo do nosso lado”
Fernando Santos: “É bom sinal ter o melhor do mundo do nosso lado”
Ver artigo

Frente à Hungria em Budapeste, Portugal esteve perante o encontro mais complicado até agora na qualificação. O triunfo chegou apenas na segunda parte com um tento solitário de André Silva.

Antes da partida com a Suíça, Andorra foi a ‘meia-final’ da qualificação. Frente aos andorrenhos, foi preciso utilizar Ronaldo para abrir o marcador na segunda parte. André Silva confirmou o triunfo por 2-0 e tranquilizou quem estava presente.

Caminho helvético com 100% de triunfos, mas mais acidentado

A Suíça apresenta uma ‘jornada’ semelhante à portuguesa. Os helvéticos somam nove triunfos seguidos – incluindo uma vitória sobre Portugal na primeira jornada da qualificação – e está a apenas uma de fazer o registo perfeito à semelhança da Alemanha.

A caminhada quase perfeita da Suíça arrancou com um triunfo por 2-0 sobre a seleção das ‘quinas’ como foi mencionado e prosseguiu com nova vitória sobre a Hungria por 3-2. Frente a Andorra, os helvéticos voltaram a somar um triunfo pela margem mínima. Schar e Mehmedi fizeram os tentos frente aos andorrenhos.

A campanha rumo às nove vitórias em nove jogos continuou com os embates frente às Ilhas Faroé e Letónia. Com resultados de 2-0 e 1-0 respetivamente, os helvéticos mantinha os três pontos de vantagem sobre Portugal no final da primeira volta.

No arranque da segunda, a Suíça bateu, de forma folgada, Andorra (2-0) e as Ilhas Faroé (3-0) para manter o registo. Nos embates, teoricamente, mais complicados, a formação orientada por Vladimir Petkovic excedeu-se e conquistou mais dois triunfos tranquilos.

Xhaka: “Jogo com Portugal é como se fosse a final do mundial”
Xhaka: “Jogo com Portugal é como se fosse a final do mundial”
Ver artigo

Com 3-0 à Letónia num encontro onde Seferovic marcou um dos golos e 5-2 à Hungria. Granit Xhaka (18 minutos), Fabian Frei (20 minutos), Steven Zuber (43 e 49 minutos) e Lichtsteiner (83 minutos) fizeram os tentos a favor dos helvéticos na jornada que serviu de antecâmara para o duelo entre Portugal e Suíça.

Recorde-se de que em jogo está um lugar de acesso direto ao Campeonato do Mundo da Rússia que se disputa no próximo ano. A Suíça é primeira classificada do grupo B com 27 pontos conquistados, mais três do que Portugal. A equipa das ‘quinas’ está obrigada a vencer para evitar o play-off de acesso à prova. Em sentido inverso, basta apenas um empate para que os helvéticos garantam o bilhete de ida para o Mundial da Rússia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.