Carlos Freitas, diretor desportivo da Fiorentina, explicou os motivos que levaram à saída de Paulo Sousa do comando técnico dos 'viola'.

Em entrevista ao 'Corriere Fiorentino', o dirigente admitiu que o destino do treinador português ficou definido após a eliminação da equipa na Liga Europa, nos 16 avos de final, frente ao Borussia Monchengladbach.

"O destino de Paulo Sousa ficou decidido na receção ao Monchengladbach, aquele foi um ponto de não retorno, até nas relações internas", disse Carlos Freitas.

Paulo Sousa, recorde-se, continua sem clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.