Na noite em que confirmou o apuramento para a 'final-four' da Taça da Liga, Rúben Amorim somou o sétimo triunfo em outros tantos jogos na prova e viu os jovens brilharem a grande altura. O Penafiel despede-se da fase de grupos sem pontos mas foi fiel a si próprio e nunca se escondeu do jogo.

Um golo de Tiago Tomás resolveu o jogo onde o Sporting só precisava de um empate. Penafiel tinha de vencer por 9-0 para se apurar. A missão, como se viu, era mesmo impossível.

Veja as melhores imagens do jogo!

O Jogo: Jovens a dar cartas

Com o foco nos respetivos campeonatos, os dois técnicos promoveram várias mexidas nas equipas. Um imperativo dado o calendário deste mês de dezembro. Amorim conseguiu o que queria, Pedro Ribeiro também. Ou quase.

Negativo para o Sporting apenas a expulsão de Tabata que o tira do jogo com o Gil Vicente, numa altura em que o Sporting está com poucas soluções, devido a lesões e COVID-19.

A história do jogo conta-se pela humildade do Penafiel, que não mudou a sua forma de jogar, mesmo perante o Invicto Sporting (a nível interno). Tentou sempre sair a jogar apoiado, com Zé Valente a dar alternativas no meio com aquele seu pé esquerdo que merecia outros voos. O médio Amorim também ajudou nessa tarefa mas a pressão do Sporting logo à saída da área dos nortenhos foi demais. A agressividade de Ugarte, Tiago Tomás, Sarabia e Tabata, com apoio dos laterais Nuno Santos e Gonçalo Esteves, fizeram o resto.

Foi um encontro onde os mais jovens aproveitaram as oportunidades concedidas para mostrar aos técnicos que podem contar com eles. Num encontro onde o Sporting foi mais pressionante e poucas vezes deixou o Penafiel sair com a bola no pé como gosta, destacou-se Tiago Tomás mas também Gonçalo Esteves.

Titular no lugar que habitualmente é ocupado por Paulinho, TT marcou o tento do triunfo, voltando aos golos depois de ter bisado frente ao Clube de Futebol Os Belenenses na Taça de Portugal. O golo, o seu terceiro esta época, fez dele o terceiro mais jovem do Sporting a marcar na Taça da Liga, aos 19 anos e cinco meses. Melhor só mesmo Ryan Gauld (19 anos, 1 mês, 5 dias) e Gonzalo Plata (19 anos, 1 mês, 20 dias), de acordo com dados do 'Playmakerstats'.

Além do golo, Tiago Tomás ainda tentou dar a marcar aos colegas, como quando serviu Pedro Gonçalves no segundo tempo em duas ocasiões. Também podia ter feito mais golos: Macedo negou-lhe o 2-0 aos 23 e 45+1.

Se Tabata ganhou pontos, que dizer de Gonçalo Esteves? O jovem lateral direito aproveita cada oportunidade concedida por Rúben Amorim e é quase certo que será titular diante do Gil Vicente no fim de semana, em jogo da Primeira Liga. Ao ser titular, tornou-se no mais jovem a jogar pelo Sporting na Taça da Liga, aos 17 anos, 9 meses.

Gonçalo Esteves destaca-se pelo atrevimento com que se envolve no ataque do Sporting. É agressivo com bola, muito bom tecnicamente, rápido, lutador e difícil de bater no um-contra-um. É um lateral que não tem medo de ir para cima do adversário onde tira partido dos seus recursos técnicos. Na retina, fica a fantástica jogada aos 20 minutos, onde ultrapassa vários adversários em velocidade antes de deixar em Tabata que acabou por cair na área e ver amarelo (árbitro entendeu que simulou penálti).

Do outro lado também houve jovens a mostrar serviço: o defesa Gonçalo Loureiro, formado no Benfica, esteve em bom plano: o extremo Edi Semedo, de 22 anos, foi dos mais perigosos dos penafidelenses; o guardião Macedo, de 22 anos, negou o golo ao Sporting em várias ocasiões.

Destaque para Amorim, que somou a sétima vitória em outros tantos jogos na Taça da Liga, prova que já venceu por duas vezes: Braga em 2019/2020 e Sporting em 2020/21. Vai agora à procura do terceiro troféu, na 9.ª presença do Sporting nas meias-finais da prova, em 15 edições.

O Sporting continua invicto em Portugal: 17 vitórias e dois empates em 19 jogos.

Momento-chave: pressão leonina a dar frutos

Aos 16 minutos, o Sporting pressionou muito a saída do Penafiel, o guardião Macedo desentendeu-se com um colega e a bola chegou a Tabata. O brasileiro foi mais forte no duelo, aguentou a carga e atirou para defesa incompleta de Macedo. Tiago Tomás estava no sítio certo para empurrar para o fundo das redes.

Os Melhores: Gonçalo Esteves sempre em alta rotação, Macedo mostrou valor

Face as ausências de Porro, lesionado, e Tabata, castigado, Gonçalo Esteves deverá ser a aposta de Rúben Amorim diante do Gil Vicente para a Primeira Liga. O jovem lateral mostrou ao técnico que pode contar com ele. Por dentro e por fora, acelera o jogo quando é preciso, dá soluções e e muito difícil de ultrapassar na defesa.

O jovem guardião Macedo respondeu bem a titularidade dada por Pedro Ribeiro. O guarda-redes português mostrou ser uma boa alternativa Caio Seco. Evitou que o Sporting tivesse ganho por outros números.

Em 'noite não': Vermelho de Tabata

Caso para dizer, 'era escusado'. O primeiro amarelo de Tabata é um lance onde fica a pedir penálti mas o árbitro entendeu que houve simulação. A verdade é que o brasileiro tinha condições para seguir com a bola dentro da área para rematar mas preferiu cair. Há um toque muito ao de leve na canela mas insuficiente para o derrubar. No segundo amarelo, entra de carrinho à saída da área do Penafiel para fazer uma falta desnecessária sobre Zé Valente. Vermelho e expulsão.

Reações:

"Podíamos ter sido melhores". Amorim queria mais, Tiago Tomás viu uma "atitude impecável" do Sporting

Rúben Amorim e o embate com o City: "Temos probabilidades pequeninas, como tínhamos no ano passado de ganhar o campeonato"

Pedro Ribeiro viu Penafiel ganhar em tudo menos no resultado, Gonçalo Loureiro feliz pela 'montra'

Veja o resumo do Penafiel-Sporting!

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.