Resumo do jogo

O FC Porto apurou-se ontem para os quartos de final da Taça de Portugal, ao golear o Vitória de Guimarães por 4-0, em jogo disputado no estádio do Dragão, no Porto.

Os 'dragões' chegaram cedo à vantagem, com um golo de Aboubakar, aos 12 minutos, na conversão de uma grande penalidade, tendo Danilo (58) e André André (64 e 83) anotado os restantes golos da sua equipa.

Os anfitriões, que apresentaram apenas como novidades no 'onze' Casillas e Jesus Corona, foram quase sempre superiores a um adversário que se revelou demasiado 'macio', começando a impor o seu ascendente logo aos seis minutos, num cabeceamento de Danilo, devolvido pelo poste.

Os minhotos, que se apresentaram para este desafio com seis alterações na equipa, em relação ao último jogo, para o campeonato, pareciam ressentir-se dessas mexidas, e não disfarçavam algumas dificuldades nas marcações, nos momentos iniciais.

Momento-chave

Já no segundo tempo, e depois de ter enviado duas bolas ao poste da baliza de Miguel Silva, Danilo conseguiu finalmente marcar. Aos 58 minutos, após pontapé de canto batido por Alex Telles para o primeiro poste, surgiu o médio internacional português a cabecear cruzado, sem hipótese de defesa para o guardião vitoriano.

Figura do Jogo

Danilo levou muito a sério a expressão “Preencher o campo todo”. O médio internacional português esteve em todo lado, desde a defesa ao ataque, mostrando-se implacável no seu terreno, o meio-campo. Quis redimir-se dos dois remates enviados ao poste, e com um cabeceamento fulguroso, na sequência de um canto, assinou o 2-0. O médio portista esteve ambicioso, e, pouco depois, aos 63 minutos, obrigou o guarda-redes Miguel Silva a uma das defesas da noite, após remate de longe.

As vozes dos protagonistas

Pedro Martins: "Não há uniformização dos critérios e de facto precisamos de diálogo"

Danilo Pereira: "FC Porto tem plantel curto, mas cheio de qualidade"

Sérgio Conceição: "É difícil para o adversário parar este jogo ofensivo da nossa equipa"

Moreno: "Viemos com a nossa estratégia, mas depois surge um penálti que só se marca a três equipas em Portugal"

Curiosidades

- Duas temporadas depois, o FC Porto chega os quartos de final da Taça de Portugal;

- Há três meses que o FC Porto não vencia dois jogos consecutivos sem sofrer golos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.